Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Arte e espiritualidade: Papa vai abençoar imagem vandalizada pelo Estado Islâmico e recebe pintura

O papa vai abençoar uma estátua da Virgem Maria vandalizada por milicianos do autoproclamado Estado Islâmico durante a ocupação da planície de Nínive, quando, no domingo, presidir à missa no estádio da cidade de Erbil, Iraque, país a que chegará hoje, pelas 11h00, para uma visita que termina na segunda-feira.

A estátua, proveniente da povoação cristã de Karamles, não tem mãos, decepadas pelos terroristas, e, antes, ficou sem a cabeça, que foi recuperada e reunida ao corpo, revela um testemunho recolhido pela agência de notícias católica italiana SIR.

Durante os anos de ocupação de Mossul e de povoações do planalto de Nínive (2014-2017), o Isis destruiu, explodiu e profanou igrejas, cemitérios e mosteiros, além de ter incendiado habitações e lojas, enquanto estátuas e imagens foram usadas para tiro ao alvo.

Também em Erbil, Francisco receberá uma pintura assinada por um artista iraquiano expatriado, que retrata o papa de pé, de mãos juntas, entre a basílica de S. Pedro e o zigurate, símbolo de Ur, pátria de Abraão, pai de três fés, judaísmo, cristianismo e islão.

O artista desenhou pegadas, representando o caminho do povo de Deus que está no Iraque, com os seus mártires, e caracteres cuneiformes, recordando que no Iraque nasceu a primeira escrita do mundo, refere a mesma fonte.

Hoje, ao deixar a casa de Santa Marta, no Vaticano, onde reside, pouco antes das 6h00 (hora de Lisboa), o papa conversou durante alguns momentos com um grupo de pessoas, vindas do Iraque, acolhidas por instituições católicas em Roma.



Imagem Papa Francisco encontra-se com iraquianos acolhidos em Itália | Vaticano, 5.3.2021 | D.R.

«Estamos a orar muito por esta viagem, porque a nossa terra está em sangue e precisa de paz», disseram os jovens a Francisco.

No telegrama enviado ao presidente da República italiano aquando da partida de Roma para Bagdad, Francisco declarou-se «peregrino de paz e de fraternidade entre os povos».

O programa deste primeiro dia de peregrinação prevê o encontro com o primeiro-ministro, ainda no aeroporto de Bagdade (11h10, hora de Lisboa, 14h10 no Iraque), a cerimónia oficial de boas-vindas no palácio presidencial (12h00) e a visita de cortesia ao presidente da República (12h15).

A seguir, o papa avista-se com autoridades, representantes da sociedade civil e corpo diplomática, também no palácio presidencial (12h45), e termina a agenda anunciada à imprensa encontrando-se com bispos, sacerdotes, religiosos, seminaristas e catequistas na catedral siro-católica de Nossa Senhora da Salvação, na capital iraquiana (13h40).



Imagem Mapa da visita do papa Francisco ao Iraque | 5-8.3.2021

 

Rui Jorge Martins
Fontes: SIR, Sala de Imprensa da Santa Sé
Imagem: D.R.
Publicado em 05.03.2021 | Atualizado em 06.03.2021

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos