Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Maria do Céu Guerra lê o Cântico dos Cânticos

Maria do Céu Guerra lê o Cântico dos Cânticos

Foto Maria do Céu Guerra | Universidade Católica, Lisboa, 14.11.2014 | SNPC/rjm

A leitura do livro bíblico do Cântico dos Cânticos, na versão da poetisa Fiama Hasse Pais Brandão, pela atriz Maria do Céu Guerra, abriu a 5.ª Jornada de Teologia Prática que decorreu esta sexta-feira, em Lisboa.

«A versão da Fiama é um osso duro, que só uma atriz com a dimensão de Maria do Céu Guerra podia aceitar», sublinhou o vice-reitor da Universidade Católica, padre José Tolentino Mendonça, antes da leitura.

Fiama «construiu um texto profundamente literário», «afastando-se da coloquialidade», ao mesmo tempo que introduziu «uma lentidão muito maior» do que o original, o que resultou num «texto admirável na intensidade e temperatura das palavras», assinalou o poeta e biblista.

Maria do Céu Guerra «tem um grande caminho, sobretudo no teatro, que hoje é uma grande arte de solidão e resistência», realçou igualmente José Tolentino Mendonça.

«Cada palavra, cada frase, é um campo, e é suscitar um pouco esse campo que me compete», afirmou Maria do Céu Guerra antes de iniciar a leitura, que apresentamos na íntegra.

 




Rui Jorge Martins
Publicado em 18.11.2014

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos