Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Leilão desportivo organizado pelo Vaticano rendeu 95 mil euros

De Cristiano Ronaldo ao rapazinho com deficiência que tem vergonha em sair de casa, a mesma dignidade, a mesma certeza de que nesta corrida ninguém fica para trás: esta quinta-feira foi cortada a meta da iniciativa “We run together”, promovida pelo Vaticano, através da sua equipa oficial de atletismo.

Vencedores? Todos os que participaram no leilão solidário, mais de 150 atletas e equipas, alguns famosíssimos a nível mundial, de várias disciplinas desportivas, inclusive de modalidades paralímpicas, provenientes de diversos pontos do globo.

Beneficiários? Colaboradores de dois hospitais, em Bérgamo e Brescia, que estiveram na primeira linha do combate à pandemia do Covid-19, para os quais, em dois meses, foram obtidos 95 034 euros. Tudo ao “estilo papa Francisco”: nenhuma agência foi contratada para fazer publicidade, só o passa-palavra.

E com o mesmo “estilo Francisco” foram também os “prémios” desta iniciativa promovida pela Athletica Vaticana, em parceria com organismos italianos: objetos desportivos queridos aos participantes, mas também, e sobretudo, experiências de encontro; com efeito, alguns atletas abriram as portas das suas casas, preparando eles próprios um jantar, precisamente para testemunhar a beleza da “cultura do encontro”.

O papa, que a 20 de maio gravou um vídeo para apoiar o projeto, colocou à disposição quatro objetos, recebidos diretamente por grandes atletas durante as audiências. Por exemplo, a bicicleta que o campeão do mundo Peter Sagan lhe ofereceu rendeu 30 mil euros.

A Athletica Vaticana, ligada ao Conselho Pontifício da Cultura, vai partir agora com mais impulso para este estilo solidário concreto, concedendo a distinção de atletas “honorários”, encorajados pessoalmente pelo papa, a Sara Vargetto, de 12 anos, com uma doença autoimune, mas velocíssima na sua cadeira de rodas, e jovens migrantes que, com o desporto, estão a viver uma experiência de inclusão.

O desporto também ao “estilo de Francisco”, com uma Igreja em saída, ao encontro dos últimos, dos que se sacrificam abnegadamente pelos necessitados, e que congrega a generosidade de crentes e não crentes.


 

Giampaolo Mattei, com RJM
In L'Osservatore Romano
Trad. / edição: Rui Jorge Martins
Imagem: Peter Sagan e papa Francisco | © Vatican News
Publicado em 07.08.2020

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos