Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Jornadas de Estudos Teológicos debatem "esperança e profecia" para responder às «inquietações» da sociedade portuguesa

Imagem D.R.

Jornadas de Estudos Teológicos debatem "esperança e profecia" para responder às «inquietações» da sociedade portuguesa

As próximas Jornadas de Estudos Teológicos, que a Faculdade de Teologia (Lisboa) da Universidade Católica Portuguesa vai organizar em fevereiro de 2015, vão ter como temática central a "Esperança e Profecia", revelou hoje o diretor da instituição.

«Tentamos ser sensíveis àquilo que são um conjunto de inquietações que pairam na sociedade portuguesa: as angústias do presente, as incertezas do futuro, o que é que se pode esperar, que rumos segue a nossa história, a criação, a ecologia, a economia», explicou o padre João Lourenço.

Em declarações ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, à margem da 5.ª Jornada de Teologia Prática que decorreu esta sexta-feira, em Lisboa, o biblista sublinhou que a «Faculdade procura sentir as inquietações da sociedade, que a Igreja vive, e oferecer contributos que deixem uma interpelação significativa».

«Procuramos saber que respostas ao nível da fé pode ter este conjunto de sobressaltos em que permanentemente vivemos», referiu o religioso franciscano, acrescentando que o programa está em fase adiantada de preparação.

Para João Lourenço, a preocupação da instituição a que preside em estar mais perto da sociedade e da Igreja deverá suscitar, como contrapartida, o interesse dos católicos: «Terá pouco sentido ter uma Faculdade de Teologia se não houver comunidades ativas, vivas, motivadas e interessadas em saber Teologia».

«A Teologia não existe para si própria, não se cultiva pelo mero prazer de se cultivar, e assim também a Faculdade não é uma instituição que se justifique a si mesma, sendo antes uma instituição de serviço, para que o saber teológico sirva o povo de Deus», vincou.

O responsável está convicto de que «não pode haver uma Faculdade muito dinâmica se não houver uma Igreja muito ativa. É esta exigência de servir uma Igreja muito ativa que há de dar vigor à Faculdade».

«Temos vindo a realizar nos últimos anos muitas iniciativas abertas à sociedade em geral, tentando até dinamizar as comunidades. Sentimos que há um trabalho grande para as dinamizar, para atrair crentes e não crentes, com especializações em saberes "profanos", a fim de podermos dialogar com as pessoas que os cultivam», referiu.

A Faculdade precisa de ter um «plano estratégico», mas não o concretizará «se não encontrar uma Igreja que faça ressonâncias a esses apelos, que se sinta interpelada e carecida de fundamentar as suas interpelações».

João Lourenço entende que a Teologia é uma área do conhecimento feita de «diálogo, é um saber ecuménico, que acolhe e dá. Isto significa que há um conjunto de campos ao nível das linguagens, da estética, dos valores, onde ela dialoga com qualquer ciência».

«Neste sentido, a Teologia, diferentemente do que muitas pessoas pensam, não é uma ciência fechada, mas totalmente aberta», apontou, acrescentando que ela não pode ser entendida apenas «enquanto reflexão especulativa dogmática que versa sobre as fontes do saber teológico».

Como atestam os currículos das ciências teológicas, o seu saber «comporta outras dimensões, principalmente ao nível da experiência humana, da vivência comunitária e dos testemunhos crentes numa sociedade muito plural», afirmou João Lourenço.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 14.11.2014

 

 
Imagem D.R.
Terá pouco sentido ter uma Faculdade de Teologia se não houver comunidades ativas, vivas, motivadas e interessadas em saber Teologia
A Faculdade precisa de ter um «plano estratégico», mas não o concretizará «se não encontrar uma Igreja que faça ressonâncias a esses apelos, que se sinta interpelada e carecida de fundamentar as suas interpelações»
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos