Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Visualizar a verdade, contra as “fake news”: Igreja distingue curta-metragem e cartaz

A Igreja católica premiou uma curta-metragem que descreve como as informações falsas podem afetar negativamente a vida de setores vulneráveis da população, como as crianças, e um cartaz que relaciona a desinformação com a deterioração ecológica.

Os trabalhos, respetivamente da Índia e da República Checa, foram distinguidos no âmbito do primeiro concurso “Visualizar a verdade”, organizado pela SIGNIS – Associação Católica Mundial para a Comunicação e pelo Dicastério para a Comunicação, do Vaticano.

A iniciativa, que teve como eixo o tema da Jornada Mundial das Comunicações Sociais de 2018, “A verdade vos tornará livres; ‘fake news’ e jornalismo de paz”, reuniu trabalhos de mais de 15 países, num total de cerca de 50 projetos.

A curta “Truth”, com um minuto de duração, produzida pelo Instituto Kalyan Media Cell, obteve o primeiro prémio pela forma original e criativa como abordou o tema do concurso, a par da qualidade visual como que apresenta a mensagem.

Filmado entre crianças e em ambiente escolar, o vídeo, que abre com a frase «A mudança é o resultado final de toda a verdadeira aprendizagem», realça a importância da educação para eliminar os preconceitos e favorecer a convivência humana.

O cartaz vencedor, “Live in truth or in lies?”, é uma contundente expressão visual concebida pela Rádio Proclas, que expõe uma analogia entre a contaminação e a dispersão das notícias falsas.

Os dois projetos, bem como os restantes vídeos e desenhos premiados, serão difundidos através da rede mundial da SIGNIS, representada em Portugal pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, e pelo Dicastério para a Comunicação, como exemplos das amplas possibilidades comunicativas e criativas oferecidas pela mensagem da Jornada Mundial das Comunicações Sociais.

Por ocasião do tema da Jornada de 2018, foi lançado em Itália, em maio, o livro "Fake pope. As falsas notícias sobre o papa Francisco", que recolhe 80 das principais acusações dirigidas ao atual pontífice, bem como fotografias manipuladas digitalmente.















 

Rui Jorge Martins
Fonte: SIGNIS
Imagem: "Truth" | D.R.
Publicado em 19.02.2019

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos