Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Umbrais : 7.3.2020

  relâmpago 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Ouvistes que foi dito aos antigos: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem, para serdes filhos do vosso Pai que está nos Céus; pois Ele faz nascer o sol sobre bons e maus e chover sobre justos e injustos. Se amardes aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem a mesma coisa os publicanos? E se saudardes apenas os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não o fazem também os pagãos? Portanto, sede perfeitos, como o vosso Pai celeste é perfeito».

Mateus 5, 43-48

Outras leituras do dia: Deuteronómio 26, 16-19; Salmo118 (119), 1-2. 4-5. 7-8



  gravetos 

Far-nos-á bem, hoje, pensar num inimigo — creio que todos nós temos algum — alguém que nos fez sofrer, que quer ou nos procura fazer algum mal. Rezemos por ele. Peçamos que o Senhor nos conceda a graça de o amar. Se a oração “mafiosa” é: “vais pagar”, [a prece cristã é]: Senhor, concede-lhe a tua bênção e ensina-me a amá-lo.

Papa Francisco



  silêncio 





“Intemerata Dei Mater”, Johannes Ockeghem (1410/1425-1497)


  crisântemo 

Os últimos dias da jovem Perpétua estão escritos no seu diário, um importante testemunho recolhido por Tertuliano, a quem é atribuída a “Paixão de Perpétua e Felicidade”. Encerrada num cárcere à espera da morte, a future mártir descreve a prisão a rebentar pelas costuras, o tormento do carlor; anota nomes de visitantes, conta sonhos e visões dos últimos dias. É o ano 203, e a cidade é Cartago, no Norte de África, Tíbia Perpétua tem 22 anos, é casada e é mãe de uma criança. Partilham com ela a prisão, por causa da sua fé cristã, a mais jovem Felicidade, filha dos servos da primeira, e em avançado estado de gravidez, além de três homens. Todos se preparam para o Batismo, mas a sua “profissão de fé” foi o martírio.

Matteo Liut, Avvenire



  invisível 

Imagem © Selina Staupe

  brisa 

(…)

Fazei, Senhor, com que o meu rosto apoiado nas mãos
Nelas deixe cair a máscara de angústia que me constrange.

Fazei, Senhor, com que as minhas duas mãos apoiadas na boca
Não lambam a espuma dum desespero feroz.

Estou trioste e doente. Talvez por Vossa causa,
Talvez por causa doutrem. Talvez por vossa causa.

Senhor, a multidão de pobrez por quem fizestes o Sacrifício
Está aqui, como gado, encerrada, empilhada, nos hospícios.

Imensos barcos negros vêm dos horizontes
E desembarcam-nos, a esmo, nos pontões.

Há Italianos, Gregos, Espanhóis,
Russos, Búlgaros, Persas, Mongóis.

São animais de circo que saltam os meridianos.
Atiram-lhes com um pedaço de carne podre, como aos cães.

É para eles uma felicidade essa sórdida ração.
Senhor, tende piedade dos pobres que sofrem.

(…)

Blaise Cendrars



  tenda 

Imagem Igreja da Transfiguração | Monte Tabor, Israel | Kvitka.Nastroyu/Bigstock.com

  sentidos 

Imagem “Caritas” | Francisco de Mura | 1732

  ponte 

Conversar contigo, meu Deus. Isto está certo? Postas as pessoas de lado, só sinto necessidade de conversar contigo. Gosto imenso das pessoas, porque em cada uma amo um pedaço de ti, meu Deus. E procuro-te por toda a parte nas pessoas e, muitas vezes, acho um bocadinho de ti. E tento desenterrar-te nos corações dos outros, meu Deus.

Etty Hillesum



 

Edição: Rui Jorge Martins
Imagem de topo: Kazimierz Głaz | Center for Contemporary Art, Toronto, Canadá | D.R.
Publicado em 06.03.2020

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos