Breves
Paisagens
Pedras angulares A teologia visual da belezaQuem somosIgreja e CulturaPastoral da Cultura em movimentoImpressão digitalVemos, ouvimos e lemosPerspetivasConcílio Vaticano II - 50 anosPapa FranciscoBrevesAgenda VídeosLigaçõesArquivo

Literatura

"Ruy Belo: Homem de palavra(s)" na Gulbenkian

Nos 50 anos da publicação de “Aquele Grande Rio Eufrates” (1961), o colóquio internacional "Ruy Belo: Homem de palavra[s]" que a Fundação Calouste Gulbenkian vai organizar em Lisboa a 3 e 4 de novembro «destina-se a homenagear a obra de um dos poetas centrais da segunda metade do século XX».

«Aberto a estudiosos da obra de Ruy Belo, mas também a especialistas da poesia portuguesa do século XX e da teoria e crítica literárias, este encontro pretende pôr em relevo os múltiplos problemas que a sua poesia coloca, os universos de referência e o seu lugar no panorama da poesia contemporânea», referem os promotores.

 

Programa

3 de novembro

10h00 – 10h30
Conferência de abertura (António Feijó)

10h45 – 12h30
Ruy Belo e o estilo tardio (Pedro Serra)
Construção e desconstrução em poemas longos de Ruy Belo (Gastão Cruz)
«Janela para o mar voltada». Poesia e paisagem na escrita de Ruy Belo (Ida Ferreira Alves)

14h30 – 15h45
Relatórios, contas e testamentos em Boca Bilingue e outros livros de Ruy Belo (Paula Morão)
Poesia por Ruy Belo, o ensaísta vivo que me interessa mais (Luis Maffei)
Ruy Belo e o livro de poesia (Clara Rowland)

16h00 – 17h15
Hermenêutica e espiritualidade na poesia portuguesa contemporânea (Marcos Aparecido Lopes)
Ruy Belo e a teleologia: uma leitura do poema «A Missão das Folhas» (Gustavo Rubim)
Notas sobre cinema em Ruy Belo: «uma linha que à imaginação pura resiste» (Diana Pimentel)

17h30 – 18h30
Apresentação de livros:
Revista Colóquio/Letras, n.º 178, dedicado a Ruy Belo
Fernando J. B. Martinho – Na Margem da Alegria Antologia de Ruy Belo (org. Manuel Gusmão)
Nuno Júdice - O Núcleo da Claridade de Duarte Belo
Paula Morão - Homem de Palavra[s]


4 de novembro

10h00 – 11h00
Ruy Belo: Brasil, «País Possível» (Jorge Fernandes da Silveira)
Do formato mulher em Ruy Belo (Luís Mourão)
Da poesia em Ruy Belo: Dedicatória e despedida (Manuel Gusmão)

11h30 – 13h00
Geografia(s) poética(s) (Nuno Júdice)
Processos de montagem no poema longo de Ruy Belo (Rosa Maria Martelo)
Ruy Belo: a escrita entre várias formas de ameaça e falsas pistas (Cristina Santos)

14h30 – 15h15
«Um passado agora inacessível». Sobre a evocação da infância em Ruy Belo (Margarida Braga Neves)
Imagens do amor na poesia de Ruy Belo (Fernando Pinto do Amaral)

15h30 – 16h45
Figuras do desaparecimento (Golgona Anghel)
A construção do espaço na poesia de Ruy Belo (Manaíra Athaíde)
Ruy Belo: lirismo, ironia, torrencialidade (Vasco Graça Moura)

17h00 – 18h00
Leitura de poemas (Luis Miguel Cintra e Rita Blanco)

18h00 – 19h00
Conferência de encerramento (Eduardo Lourenço)

O colóquio, com assistência livre sujeita a inscrição, é organizado por Paula Morão, Nuno Júdice e Teresa Belo.

 

Rui Jorge Martins
© SNPC | 02.10.11

Cartaz

 

 

 

Página anteriorTopo da página

 


 

Receba por e-mail as novidades do site da Pastoral da Cultura


Siga-nos no Facebook

 


 

 


 

 

Secções do site


 

Procurar e encontrar


 

 

Página anteriorTopo da página