Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

  Novos livros: Setembro 2021 

Imagem

  João António Pinheiro Teixeira 
  A alegria de não ser (apenas) eu - Para superar "cristovitalmente" a pandemia 
«Em 20 capítulos, que se assumem como cápsulas de pensamentos, o autor vai partilhando a sua reflexão sobre a urgência de colocarmos Cristo no centro da nossa vida. Alertanto para a facilidade com que podemos viver sozinhos no meio de todos, sublinha que a egopatia e a egolatria nos podem remeter para uma existência desprovida de sentido. Mas é possível superar "cristovitalmente" a pandemia.»
Saiba mais

Imagem

  Guido Michelini, Marco Cassuto Morselli 
  A Bíblia da amizade 
«Tendo lido e meditado a Bíblia separadamente durante milénios, há algumas décadas os judeus e os cristãos iniciaram um percurso de diálogo destinado a superar ódios e incompreensões. Agora é possível começarem a ler a Bíblia juntos. São propósitos deste projeto levar a apreciar a Bíblia e conduzir ao diálogo, pela primeira vez desta forma articulada através de uma publicação sobre o texto fundamental das duas religiões. São 50 os estudiosos que aqui se debruçam sobre os cinco primeiros livros da Bíblia (Torah ou Pentateuco), fazendo uma leitura baseada nas suas próprias tradições e apresentando nove introduções originais e comentários a alguns dos seus excertos mais significativos. O propósito não é chegar a uma leitura unificada da Bíblia na qual a diversidade se esbata a ponto de se anular, mas conhecer melhor as leituras e interpretações respetivas, aceitando que elas possam ser diferentes.»
Saiba mais

Imagem

  Pedro Guimarães 
  A comunicação da igreja é um encontro - A redescoberta da comunidade cristã como lugar de encontro na sociedade da informação 
«“A Igreja é comunicação” é um livro que traz uma colaboração importante para a reflexão eclesial portuguesa. Nunca foi tão necessário pensar a comunicação social como lugar de encontro, ainda mais em tempos de pandemia e crises sociais.» «“Ao longo dos séculos, os apaixonados de Deus redescobriram novas formas de anunciar o Evangelho. Os protagonistas de hoje, em fidelidade ao chamamento que receberam, são desafiados a recriarem estratégias, como quem tira “seu depósito coisas novas e coisas velhas”, para que a proposta do Reino seja conhecida. Assim, quando lemos o texto do Pe. Pedro Guimarães percebemos que o mesmo propósito se mantém: multiplicar os lugares de encontro para que através da relação dialógica, o amor de Deus se torne acessível a todos.»
Saiba mais

Imagem

  Luís M. Figueiredo Rodrigues (org.) 
  A edificação do tecido eclesial - Formação de agentes 
«Dividido em 3 partes, a primeira centrada na história e tradição da evangelização, a segunda fornecendo conhecimento e enquadramento histórico relevantes para a narração bíblica, e a terceira colocando a formação e a vida dos agentes no mundo contemporâneo, é um livro de cariz teológico científico que apresenta uma visão humana da formação do tecido da igreja, preocupada com o futuro e focada em novas formas de ensinar e viver a fé cristã.»
Saiba mais

Imagem

  Adelino Ascenso 
  A mística do arado - Busca de um Deus possível 
«"Fazendo-me acreditar na vivência de uma teologia a partir da trivialidade da vida quotidiana, uma vez que a fé do cristão não é simples adesão a uma doutrina, mas uma forma concreta de vida e de inconformista procura, aqui se reúnem fragmentos [temporais e de lugares da vida do Autor] que, paulatinamente, se foram fusionando". Nada como o recurso à rudimentar e primária ferramenta do amanho dos solos – o arado – como pretexto metafórico de linguagem para o aprofundamento em terrenos de profundidade mística, ainda que surja como "desconcertante a [aparente] incapacidade do ser humano, para pensar com autenticidade, afundar-se no lodo da sua interioridade, na viscosidade das suas perdas e no escuro das suas cavernas sigilosas".»
Saiba mais

Imagem

  José Manuel Raposo 
  Ação Socio-Caritativa de D. José Patrocínio Dias 
«Uma oportunidade para conhecermos uma figura incontornável da Igreja portuguesa na primeira metade do século XX. D. José do Patrocínio Dias foi um apóstolo da caridade e da misericórdia. Nesta obra acompanharemos o seu percurso de vida desde a sua infância, sublinhando de forma particular a ação socio caritativa na diocese de Beja da qual foi Bispo entre 1922 e 1965, ano em que faleceu. Alicerçou a sua ação pastoral na Doutrina Social da Igreja, procurando sempre a dignidade da pessoa humana, o bem comum, e um desenvolvimento sustentado acessível a todos de modo equitativo. Fundou inúmeras obras das quais se desatacam o Seminário de Beja e a Congregação das Oblatas do Divino Coração. Uma vida que reflete o Evangelho e um pastor capaz de gerar sinergias e encontrar respostas concretas aos ambientes sociais e políticos.»
Saiba mais

Imagem

  Josemaria Escrivá 
  Amigos de Deus 
«"Amigos de Deus" é uma exposição das virtudes naturais e teologais que Deus convida o homem a pôr em prática. As homilias que compõem este livro são, por assim dizer, os degraus da escada que temos de subir para alcançar a santidade a que Deus nos chama: “Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai celeste” (Mt 5, 48). São Josemaria não considera as virtudes num horizonte de simples perfeição pessoal, mas como passos sucessivos no caminho da identificação com Jesus Cristo. (...) A leitura desta edição de Amigos de Deus ajudar-nos-á a aprofundar a nossa compreensão do espírito de São Josemaria.»
Saiba mais

Imagem

  Francesc Guillem Chilet 
  Aprendizagens de um professor cristão 
«"Os professores são aquilo que aprendem dos alunos". Foi esta convicção que fez com que o autor, professor de História, começasse a registar as aprendizagens diárias que recebeu nas suas aulas, ao longo de uma década. Em 25 capítulos, que se traduzem em 25 episódios, o autor partilha o que aprendeu e dá-nos uma leitura cristã da vocação do professor. Mais do que lecionar, o educador de uma escola católica - independentemente da disciplina a seu cargo - vive e partilha a sua fé através do ensino. Este livro é para os professores que procuram fazer dos seus alunos a melhor versão de si mesmos, levando-os a descobrir o amor de Deus e o propósito da sua vida.»
Saiba mais

Imagem

  António Borges da Cunha, Pedro Moniz 
  Arquiteto João Antunes - Vida e obra 
«Nascido em 1897 e falecido em 1989, João Antunes tem entre os seus principais projetos, em Lisboa “As três Graças” e o Teatro Ginásio; a continuação das obras da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, em Fátima; e várias novas igrejas por todo o país. Marco Daniel Duarte, diretor do Departamento de Estudos e do Museu do Santuário de Fátima, sublinha, no prefácio da obra, “a sua relação [do arquiteto João Antunes] com o Santuário de Fátima, que também neste livro se espelha, passa não só pela relação de trabalho, enquanto responsável por levar por diante o plano que herdou e enquanto criador de nova obra para a Cova da Iria, mas também pela relação de clara cumplicidade que se deteta entre o bispo de Leiria e o arquiteto”.»
Saiba mais

Imagem

  António Cartageno 
  Bendizei o Senhor 
«O livro contém uma coletânea dos cânticos litúrgicos que o autor foi escrevendo ao longo da vida. Vários cânticos foram ligeiramente alterados, especialmente na harmonia, em relação a versões anteriores. Sendo assim, a presente versão é considerada a mais atual em relação a outras que porventura estejam em circulação. Todos os cânticos do livro são a vozes (geralmente a 4 v. mistas, e às vezes a 3). O livro foi também pensado para os organistas e por isso os cânticos podem sempre ser acompanhados a órgão.»
Saiba mais

Imagem

  Austen Ivereigh 
  Como defender a fé sem levantar a voz - Respostas civilizadas a perguntas desafiantes 
«Como compatibilizar o questionamento do Papa, acerca do bom acolhimento que a Igreja deve mostrar no trato com os homossexuais, quando afirma: "Quem sou eu para julgar?"; e a postura dos católicos ao aceitarem na infalibilidade papal e que o Papa foi escolhido pelo Espírito Santo?; Jesus sempre condenou a hipocrisia dos legalismos formais, porém, a Igreja, contrastantemente, é apontada como sempre pronta para aprovar a conformidade legal dos comportamentos, e para reprovar as normais decisões, se assumidas em discordância. Estas são algumas das questões de natural premência que aqui se refletem e para as quais se apresentam esclarecedoras respostas.»
Saiba mais

Imagem

  João Aguiar Campos 
  Flores de feno 
«“Flores de feno” recolhe o melhor da poesia de João Aguiar Campos. São flores “frágeis e meigas” que emprestam às palavras o sentido da vida. Palavras depois que são devolvidas ao leitor e a quem se dá a liberdade de escolher algumas flores, ou todas, como “quem escolhe a toalha que há de pôr na mesa”. Esta antologia de João Aguiar Campos surpreende pela leveza com que trata os temas mais duros da existência mas, ao mesmo tempo, o olhar atento às pequenas coisas do quotidiano, figuras marginais para um olhar destreinado mas que transportam um valor incalculável para sabe o que procurar.»
Saiba mais

Imagem

  Maria Teresa Maia Gonzalez 
  Julieta salva vidas - História de uma enfermeira muito corajosa 
«“Uma nova e imaginosa leitura para os tempos de lazer deste verão. Esta é uma história narrada pela melhor amiga desde a infância, que nos fala de Julieta, uma jovem extremamente corajosa que, certo dia, decidiu ser enfermeira. Pela sua forte personalidade, Julieta é capaz de enfrentar os maiores desafios que se lhe colocam, mesmo em tempos de pandemia. Exigente consigo mesma, transforma-se numa lutadora incansável para melhorar a qualidade de vida dos que encontra em sofrimento. Sem preconceitos, o seu coração sem fronteiras cria com todos uma relação aberta e solidária. Para ela, mudar o mundo não é um sonho abstrato e longínquo, mas uma meta a completar em cada dia.»
Saiba mais

Imagem

  AA.VV. 
  Museus Vaticanos - 100 obras a não perder 
«Os Museus Vaticanos devem ser considerados um plural porque são um conjunto de diversas coleções e todas extraordinariamente importantes. (...) Quais são as obras fundamentais, aquelas que não se podem esquecer, aquelas a “não perder” como recita com tautológica evidência o subtítulo? São cem as obras-primas que foram selecionadas pelos especialistas de cada sector que trabalham nesta instituição: arqueólogos, históricos da arte, arquitetos, históricos e antropólogos, que escolheram, cada um no seu ramo específico, as obras consideradas universais e identitárias. Eis aqui um trabalho de grupo da instituição que, através das suas cem obras, quer comunicar aquela beleza que é veículo de conhecimento, harmonia e espiritualidade.»
Saiba mais

Imagem

  Pe. Rui Sousa Silva 
  No Vale do Rift 
«“Mergulhar naquele ambiente selvagem era muito mais do que satisfazer uma simples curiosidade cultural ou turística. Tratava-se de uma experiência que sugeria reflexão sobre a vida, designadamente sobre a forma de gerir o tempo e a sua utilização. Desafiava a repensar o papel do Homem no conjunto da Criação. Obrigava a reconhecer a fragilidade humana. Convidava a contemplar a beleza estampada naqueles cenários naturais." É para o gosto pelo usufruto desse privilégio único que este livro desperta o leitor, convidando-o a conhecer melhor a beleza e o carisma únicos do vale do Rift, no Quénia, que permanece para sempre na memória de quem o conheceu.»
Saiba mais

Imagem

  Eugénia Tomaz 
  O tempo para lá do tempo na conciliação de universos 
«A autora insere a publicação deste ensaio no contexto de vários eventos sobre o diálogo entre a Ciência e a Fé, introdutórios à Cimeira do Clima, que decorrerá em Glasgow no mês de novembro. Um dos encontros prévios, que se realizará em Outubro, no Vaticano, conta com a participação de quarenta líderes religiosos e dez cientistas, onde serão relançadas questões fundamentais: "Que tipo de vida queremos viver nos próximos anos? Que mundo queremos deixar para as gerações futuras nas próximas décadas?"»
Saiba mais

Imagem

  João Duarte Lourenço 
  Profetas e profecia em Israel 
«Comecemos pelo fim que é simultaneamente um princípio, o enquadramento cronológico dos Profetas que o autor apresenta em apêndice e que nos mostra que as Profecias anunciadas ocorreram entre os séculos XVII e II a.C. tendo sido gradualmente integradas na Sagrada Escritura. Ao longo de 1500 anos, os Profetas sobrepuseram-se à História, numa caminhada individual no espaço e no tempo que não pode ser equiparada à de qualquer outro. Destacando vários textos de cada Profeta, o autor apresenta-nos esta “fala em nome de Deus” que procura "anunciar aos homens uma palavra de salvação”- a Profecia - enquadrando-a numa vasta explicação sobre o fenómeno profético, caracterizado do ponto de vista humano, da mensagem e da sua integração nos diversos contextos sociais, políticos e religiosos.»
Saiba mais

Imagem

  Franca Feliziani Kannheiser 
  Raízes e asas - Educar à fé em família (do nascimento aos 6 anos) 
«A infância é uma etapa mágica na vida das crianças e também para os pais que os acompanham. Os primeiros anos de vida são vividos com espanto e repletos de possibilidades de crescimento. É precisamente nestes anos que se aprofundam as raízes da existência humana, mas também da vida e de fé da criança. Nesta fase, a vida espiritual da criança é confiada à família e, só mais tarde, a outras instâncias educativas, como a escola ou a paróquia. O milagre da fé acontece na cozinha, na sala de estar e no quartinho onde se dorme. Numa escrita ágil, repleta de sugestões educativas concretas, os pais encontrarão pistas para educar os filhos na fé, ensinar a rezar, narrar o Evangelho, descobrir Deus na vida quaitidiana, e a ter uma visão cristã sobre experiências vitais da criança, como a doença, os medos, as questões sobre Deus, sobre a morte, sobre o Paraíso.»
Saiba mais

Imagem

  Dário Pedroso, s.j. 
  Rezar com São José - Novena, meditações e orações 
«A obra que o leitor tem em mãos olha para São José, discreto e simples, e invoca a sua proteção e intercessão. Usa as formas comuns, mais do agrado do povo santo de Deus – a novena, as pequenas meditações rezadas, as orações para ocasiões especiais ou por intenções específicas. O P. Dário Pedroso, sj, com dezenas de obras publicadas, conhece em profundidade estas formas de oração que alimentam a vida do povo simples. Por isso, as suas obras encontram sempre acolhimento fácil junto dos leitores e rapidamente se tornam uma referência para a sua vida de oração.»
Saiba mais

Imagem

  Carlos A. Moreira Azevedo 
  Santa Maria: Teologia, arte e culto. Contributo do santuário mariano 
«A obra reúne três dimensões de estudo: a evolução da reflexão sobre Maria a nível doutrinal ou teológico, realizada por autores lusos até 2000; a origem dos diversos tipos de representação mariana na arte, sem investigar os episódios da vida de Santa Maria; e, finalmente, um índice dos títulos marianos propostos pelo Santuário Mariano, com acrescento de todos as invocações posteriores, que foram encontradas. Estes contributos iniciam pela via da verdade (mariologia), para passar à via da beleza (arte) e terminar na via da vivência espiritual (invocações da piedade).»
Saiba mais

Imagem

  Maria Teresa Maia Gonzalez 
  Sem máscaras no coração 
«Em seis meses, muita coisa aconteceu na família dos nossos heróis, o Tomás, a Filipa e o Salvador. A sua avó, depois de regressar do hospital, onde havia sido internada por complicações de saúde, teria de ali voltar, infetada com o novo vírus, ao qual não resistiria. Porém, pouco depois, nasceria a Ana Matilde, a irmãzinha que todos esperavam ansiosos, e que veio de novo encher de alegria as suas vidas. Nestes tempos de restrições, os três irmãos experimentaram também a força do amor, que no coração do Tomás se abriria a novos horizontes, tocado que foi pela vida de Francisco de Assis.»
Saiba mais

Imagem

  Mons. José Fernando Caldas Esteves, Ir. Maria da Conceição Afonso Borges, Ir. Maria José Diegues de Oliveira  
  Sementes de Evangelho - Ano B 
«Depois da publicação “Sementes de Evangelho – Ano A”, voltamos a arriscar um novo percurso, desta vez na companhia de Marcos, o Evangelista do essencial. Continuamos a recolher os artigos publicados no “Mensageiro de Bragança”, que semanalmente voam e se multiplicam pelos meandros da internet, como um verdadeiro milagre da multiplicação do Evangelho. É o milagre da comunhão, que se desenrola numa cumplicidade entre buscadores, tanto quanto quem escreve, como quem expressa e lê… quem se alimenta e vive. O Evangelho de Marcos é de uma descrição elementar, que nos descentra do supérfluo e nos encaminha a busca, entre o deserto e a expectativa, sempre com uma interrogativa acerca da identidade de Jesus. Todavia, não é uma definição o que vos propomos, antes um encontro.»
Saiba mais

Imagem

  Miguel Lorga Miranda 
  Textos dispersos. 2020-2021 
«Ao longo dos dois últimos anos, à boleia do que se convencionou chamar o contexto pandémico, mas também do avançar do ano litúrgico (ele avança sempre, graça que é, alheio à des-graça, embora, claro, sensível a ela), deitei-me a escrever, dentro e fora dos confinamentos, um conjunto de textos para as redes sociais, nomeadamente os Facebook (FB) das catequeses paroquiais de São Bento da Várzea e Gamil (Barcelos), as comunidades que me foram confiadas. É um retrato desses artigos, uns de teor mais formativo, outros de comentário, que aqui se apresenta.»
Saiba mais

Imagem

  Hans Urs von Balthasar 
  Um primeiro olhar sobre Adrienne von Speyr 
«Este livro é composto por três partes principais. Na primeira parte o propósito é apresentar: 1. Um breve resumo da vida de Adrienne; 2. Uma descrição do seu carisma e dos seus principais temas teológicos; 3. Uma panorâmica do conjunto das suas obras publicadas e inéditas existentes. A segunda parte é constituída por algumas declarações que Adrienne fez sobre si própria e que nos elucidam quanto à sua vida exterior e à sua vida interior – esta última oculta –, lançando luz sobre elas e dando-lhes vida, bem como mostrando também claramente quais foram os seus pontos fulcrais e o modo como ela desejava ser compreendida. Uma terceira parte reúne as orações por ela anotadas ou ditadas que melhor revelam o seu espírito.»
Saiba mais

Imagem

  Luís Paulino Pereira 
  Vida Plena - 50 reflexões de um médico 
«Nesta coletânea de artigos do Dr. Luís Paulino Pereira, o leitor tem uma biblioteca inteira, com belos trechos de vida partilhada. Ganhará muito em lê-los devagar, para crescer em humanidade, em verdade.» «Ler os diversos textos como uma unidade permite ter também uma imagem global e unitária do seu autor (...), médico por vocação e por convicção, que defende a vida como ideal supremo, com uma profunda fé cristã, que cria uma relação de proximidade e humanismo com os seus pacientes, que se preocupa com a defesa de melhores condições de vida, que valoriza o pacto intergeracional, que se debruça sobre a dedicação dos médicos e o espaço para os mais novos na profissão; e que destaca a importância da cultura que, como bem sabemos, constitui a identidade de qualquer país.»
Saiba mais

Imagem

  Edith Stein 
  Vida de uma família judia e outros escritos autobiográficos 
«Edith Stein é frequentemente referida pela sua condição de judia que se converteu ao cristianismo, e que foi condenada às câmaras de gás nazis de Auschwitz. O episódio da sua morte foi, porém, o culminar de um percurso pessoal dotado de uma singularidade que a inscreve no painel das personalidades que mais marcaram a cultura europeia do século XX, tanto no campo intelectual como pela sua opção de original vivência espiritual, em que a doação atingiu a dimensão do paroxismo místico da entrega sacrificial pelo seu povo. (...) Estes textos documentais permitem o acesso aos momentos mais decisivos da existência de Edith, no cruzamento das duas tradições culturais e religiosas por era atravessada: o judaísmo e o cristianismo.»
Saiba mais


Sinopses fornecidas pelas editoras
Edição: Rui Jorge Martins
Atualizado em 23.09.2021

 

 

Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos