Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Nova capela de Álvaro Siza Vieira, na Afurada, vai a concurso após eleições autárquicas

A nova capela da Afurada, consagrada a S. Pedro, situada no estuário do rio Douro, no concelho de Vila Nova de Gaia e diocese do Porto, com traço de Álvaro Siza Vieira, vai ter o projeto lançado a concurso após as eleições autárquicas, previstas para setembro ou outubro.

A calendarização visa poupar o presidente do município, explica o próprio, a «críticas de eleitoralismo», refere a mais recente edição do “Expresso”. Eduardo Vítor Rodrigues está convicto de que a capela, com orçamento de € 1,3 milhões, «será um orgulho para a comunidade, de grande devoção ao seu padroeiro», e atrairá turistas para verem o projeto de um «nome maior» da arquitetura mundial.

Três décadas depois de ter arquitetado a igreja de Santa Maria, em Marco de Canaveses, obra emblemática da arquitetura religiosa contemporânea, Siza Vieira auscultou o pároco e três teólogos da diocese, antes de conceber a obra.

A capela incluirá adro, espaço de culto de uma só nave, batistério – à entrada – e sacristia, e como na igreja de Santa Maria, todas as peças do mobiliário para utilização nas liturgias foram desenhadas pelo arquiteto.



Imagem D.R.


«O templo de linhas retas e despojadas, uma das suas [Siza Vieira] marcas distintivas, será construído em betão armado branco, com as paredes em gesso cartonado pintado, à semelhança dos testos e das divisórias interiores», escreve a jornalista Isabel Paulo.

«A cobertura será revestida com lajes de pedra, o pavimento interior em pedra ataíja, as esquadrias interiores em madeira de carvalho envernizada, enquanto nas exteriores a opção recai na madeira pintada», ao passo que as cadeiras serão individuais, com genuflexório.

O pároco da Afurada, P. Almiro Mendes, afirmou que os fiéis «estão felizes» com a nova capela, com projeto já aprovado pela Câmara Municipal de Gaia e Agência Portuguesa do Ambiente, sobretudo os mais idosos, devido à maior facilidade de acesso.

A ideia de confiar a capela a Siza Vieira remonta, pelo menos a 2016 (cf. vídeo abaixo), quando Eduardo Vítor Rodrigues, já então presidente da autarquia, estimava que a obra ficaria aquém do milhão de euros e não demoraria mais de um ano a construir.

Autor de igrejas, capelas e desenhos situados em espaços sagrados católicos, Álvaro Siza Vieira, de 87 anos, é considerado o arquiteto português mais premiado, tendo sido distinguido com o “Pritzker”, o “Óscar da arquitetura”, entre outros galardões, e recebido várias condecorações atribuídas em Portugal.









 

Rui Jorge Martins
Fonte (texto e imagem): Expresso
Publicado em 08.03.2021

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos