Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Capela de Nossa Senhora de Fátima distinguida pelos Prémios Internacionais de Arquitetura

A capela de Nossa Senhora de Fátima, do Corpo Nacional de Escutas (escutismo católico), localizada no centro nacional de atividades de Idanha-a-Nova, foi um dos projetos vencedores da edição de 2019 do International Architecture Awards, considerado o maior e mais antigo evento de arquitetura do mundo.

A obra do gabinete Plano Humano Arquitectos (Pedro Ferreira e Helena Vieira) foi distinguida na categoria de edifícios religiosos da iniciativa promovida desde 2004 pelo Museu de Arquitectura e Design de Chicago e pelo Centro Europeu para a Arquitetura, Urbanismo, Arte e Design, um ano depois de ter sido galardoada com três prémios no concurso internacional Architizer A+.

A construção deste edifício nasceu do desejo de ter uma capela no Campo Nacional de Atividades Escutistas (CNAE), no município de Idanha-a-Nova, para o 23.º Jamboree Nacional de Escuteiros Católicos Portugueses (2017), que envolveu cerca de 22 mil participantes, juntando-se a outros edificados definitivos instalados no espaço.

A localização enquadra-se numa área de planalto no centro do acampamento, rodeada por um ambiente rural, oferecendo «uma extraordinária visão panorâmica, que também impulsionou o design do edifício», refere a nota de apresentação do projeto.



«A água atravessa todo o espaço da capela, num trilho que se desenvolve em direção ao altar - o lugar central de todo o espaço celebrativo cristão -, e depois para a paisagem, direcionando o utilizador para a cruz, que fica do lado de fora da capela, no mesmo alinhamento»



Orientada de Este para Oeste, a capela «permite que o nascer do sol ilumine o seu espaço interior, e o pôr-do-sol preencha o local com uma imensidão de cores, tons e ambientes, que despertam o olhar e sustentam o arranjo arquitetónico. No outono e no inverno, a luz enfatiza a tranquilidade do lugar e a simbiose sem adornos entre a construção e a paisagem».

«A capela foi pensada como uma grande tenda, com portas abertas para todos, em todo o tempo: um constante ponto de boas-vindas para abrigo, contemplação e introspeção», privilegiando «o espírito escutista e cristão de comunhão com a natureza», explicam os arquitetos.

Os projetistas salientam que «a água atravessa todo o espaço da capela, num trilho que se desenvolve em direção ao altar - o lugar central de todo o espaço celebrativo cristão -, e depois para a paisagem, direcionando o utilizador para a cruz, que fica do lado de fora da capela, no mesmo alinhamento».

Os Prémios Internacionais de Arquitetura, que nesta edição contaram com candidaturas de projetos elaborados entre 2016 e 2019 em 41 países, visam «honrar os melhores e mais significativos edifícios novos, a arquitetura paisagística e projetos de planeamento concebidos e/ou construídos em torno dos principais arquitetos, arquitetos paisagistas e planeadores urbanos».

Além da capela de Nossa Senhora de Fátima, foi distinguida a igreja anglicana de Luoyuan (China), o templo Golden Pagoda (Singapura), The Spiritual Healing House (Coreia do Sul) e Hasshoden - Charnel House In Ryusenji Temple (Japão).


 

Rui Jorge Martins
Fonte: International Arquitecture Awards
Imagem: João Morgado | D.R.
Publicado em 20.07.2019

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos