Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Artistas católicos espanhóis oferecem festival virtual

Um grupo de perto de duas dezenas de artistas e bandas espanholas oferece a partir de hoje, pela internet, atuações que, todos os dias, durante duas semanas, podem ser vistas nas redes sociais.

O objetivo é «acompanhar todo o mundo durante o seu confinamento por causa do Covid-19 e levar uma mensagem de esperança através da música», refere a página Catik, ligada à organização Católicos en Red, agência ligada à Igreja católica especializada em “fundraising”, desenvolvimento, comunicação e marketing.

A cada dia, às 20h00 (hora de Madrid), um artista vai atuar em direto, «para acompanhar com as suas canções a todos os que se encontram nas suas casas», bastando para o efeito que a audiência siga os intérpretes nas redes sociais em que as performances vão ocorrer (Facebook ou Instagram).

«Com estes concertos, os artistas participantes querem apelar às pessoas para que sigam as indicações das autoridades civis e de saúde, assim como transmitir uma mensagem de tranquilidade e confiança em Deus ante a pandemia», refere a nota explicativa.

Em Portugal, vários músicos estão a associar-se ao festival #EuFicoEmCasa, que também a partir desta terça-feira, e pelo menos durante seis dias, transmite concertos através do Instagram, começando às 17h00 e com a duração de cerca de meia hora.

A estreia cabe a Bárbara Tinoco, seguindo-se Tiago Bettencourt, Ana Moura, Selma Uamusse, Fausto Bordalo Dias, Carolina Deslandes, Júlio Resende, Capicua, Luís Severo, Frankie Chavez, Bispo, António Zambujo e Fábia Rebordão, entre outros.

A nível de exposições, os Museus do Vaticano, fechados ao publico pelo menos até 3 de abril, integram-se na vaga de ofertas em Portugal e no mundo que se nestes dias de “reclusão” se tem tornado mais notória, propondo sete visitas virtuais.

Entre os percursos incluem-se a capela Sistina e as salas de Rafael, dando ao visitante a possibilidade de mover-se em todas as direções e centrar-se em detalhes mínimos das obras, reproduzidas em alta definição.

Múltiplas obras inspiradas pelo cristianismo podem ser (re)descobertas através do projeto Google Arte e Cultura, graças às “portas abertas” de museus como o de Arte Antiga (Lisboa), Prado (Madrid), Louvre (Paris), Hermitage (S. Petersburgo), British Museum, National Gallery (Londres), Uffizi (Florença) e Metropolitan (Nova Iorque).


 

Rui Jorge Martins
Fonte: Catik
Imagem: carloscastilla/Bigstock.com
Publicado em 17.03.2020

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos