Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Deus não desiste

A história da salvação é uma história em contraciclo, totalmente inesperada. Porque, se cada um de nós tivesse – imaginemos – de escrever uma narração, preparar um relatório ou rodar um filme sobre uma grande aventura, que protagonista escolheria?

Certamente pensaríamos no quão são exigentes as aventuras, inclusive em termos físicos, na liberdade de movimento que exigem e a força necessária para viver as gestas mais arriscadas, semelhantes àquelas que a Escritura nos narra.

E, naturalmente, tenderíamos a tendência a escolher uma pessoa jovem, que se movesse com energia e rapidez, pronta a tudo e com aquela capacidade de sonhar que nós atribuímos à estação dos vinte anos.

Em vez disso, são curiosas as opções de Deus. Em contraste com as nossas considerações, Ele escolhe um reformado, alguém que daria por esgotada a sua carreira e que se encontraria finalmente destinado a viver tranquilamente a vida que lhe restaria.

A ele, Deus diz: «Vai-te da tua terra, para a terra que Eu te indicar». E mais: «Olha para o céu e contra as estrelas, se conseguires contá-las… Tal será a tua descendência».

Esta disponibilidade para olhar para as estrelas é boa para os namorados ou quando se tem uma certa ingenuidade, mas para além dessas circunstâncias já ninguém tem tempo para isso, sobretudo na idade adulta.

E no entanto, a beleza da nossa vida está no facto de que Deus nunca desiste dela. É por isso que Abraão é chamado pai dos crentes.


 

D. José Tolentino Mendonça
In Avvenire
Trad.: Rui Jorge Martins
Imagem: tomofbluesprings/Bigstock.com
Publicado em 13.04.2019

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos