Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Teólogo João Manuel Duque recebe Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes

O teólogo João Manuel Duque vai receber o Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes, instituído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, no dia 15 de setembro, em sessão pública a realizar em Braga.

«Nessa ocasião de relevante presença da Igreja católica no campo cultural, o Prof. Doutor João Carlos Loureiro, catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, analisará o devir da obra do premiado e focará os aspetos mais relevantes do seu pensamento», explica o diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, José Carlos Seabra Pereira.

O Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes referente a 2021, constituído por uma escultura desenhada por Alberto Carneiro e 2.500 euros, com o patrocínio da Fundação Ilídio Pinho, será entregue pelo presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, o bispo D. João Lavrador, e pelo Comendador Engenheiro Ilídio Pinho.

«De seguida, o Prof. Doutor João Manuel Duque (Pró-Reitor da Universidade Católica Portuguesa e Presidente do seu Polo Regional de Braga) dissertará sobre os principais problemas e perspetivas na situação atual da teologia», assinala José Carlos Seabra Pereira.

Aberto a todas as pessoas interessadas em juntar-se a João Manuel Duque neste reconhecimento da Igreja católica, o Ato de Entrega do Prémio decorre no Espaço Vita, às 21h30, graças à colaboração da Arquidiocese de Braga, que disponibiliza as instalações.

O currículo de João Manuel Duque, «figura marcante da cultura portuguesa» e primeiro teólogo a receber o Prémio, desvela um «cruzador de fronteiras (não por acaso, título de uma das suas obras, “Fronteiras: Leituras Filosófico-Teológicas”, Porto, 2011)», lê-se na declaração do júri, divulgada em novembro de 2021.

A reflexão de João Manuel Duque situa-se «entre a teologia e a filosofia; entre estes saberes e a arte, especialmente a música (compositor que é, membro de coro e diretor artístico, em Portugal e na Alemanha, para além de uma reiterada reflexão no campo, traduzida em diversas publicações e no ensino na Escola de Artes da UCP [Universidade Católica Portuguesa], no Porto); entre os escritos académicos e a humildade dos pequenos artigos de formação evangelizadora (pense-se na sua colaboração em “O Mensageiro”)», destacam os jurados.

O júri foi presidido por D. João Lavrador e composto por Guilherme d’Oliveira Martins, José Carlos Seabra Pereira, P. Júlio Trigueiros, SJ e Maria Teresa Dias Furtado.

Instituído em 2005, o Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes destaca a excelência de personalidades, percursos e obras que refletem o humanismo e a experiência cristã no mundo contemporâneo.

Nas edições anteriores o Prémio galardoou o poeta Fernando Echevarría, o cientista Luís Archer S. J., o cineasta Manoel de Oliveira, a classicista Maria Helena da Rocha Pereira, o político e intelectual Adriano Moreira, o trabalho de diálogo entre Evangelho e Cultura levado a cabo pela Diocese de Beja, o compositor Eurico Carrapatoso, o arquiteto Nuno Teotónio Pereira, o pedagogo Roberto Carneiro, o jornalista Francisco Sarsfield Cabral, a artista plástica Lourdes Castro, o professor de Medicina e Bioética Walter Osswald, o ator e encenador Luís Miguel Cintra, o ator Ruy de Carvalho, o historiador José Mattoso e o ensaísta Eduardo Lourenço.



 

Rui Jorge Martins
Imagem: João Manuel Duque | Fotografia: Bili Teixeira | D.R.
Publicado em 02.09.2022

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos