Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Encontro “Fé e Cultura” chama especialistas em literatura, ambiente, política, relações, educação e religião

O psicólogo Eduardo Sá, o escritor Jacinto Lucas Pires, a jornalista Paula Moura Pinheiro, o chefe Kiko Martins e o jurista Álvaro Laborinho Lúcio são alguns dos intervenientes no 28.º encontro “Fé e Cultura”.

A iniciativa, que decorre a 23 de março, em Coimbra, é organizada pelo Centro Universitário Manuel da Nóbrega, procura «pôr em diálogo a fé cristã com os temas que moldam o ambiente cultural».

O encontro, marcado para o auditório da Reitoria da Universidade, «destina-se a um público vasto - crente, não crente e em busca - que com abertura de coração deseje entrar em diálogo com os contributos dos vários convidados», lê-se na página do projeto.

O tema deste ano, “Detox - O que guardas no coração?”, é inspirado pelo facto de “toxic” ter sido «a palavra do ano 2018 escolhida pelo “Oxford Dictionaries”.

«A toxicidade está presente em vários graus e em muitas dimensões das nossas vidas: afeta o planeta que habitamos, as construções sociais em que nos movimentamos, as relações que estabelecemos», apontam os organizadores.

O programa «procura ajudar a focar no essencial, conhecer exemplos práticos de como descomplicar, promover a dimensão espiritual da vida» e ir ao encontro da verdadeira identidade de cada pessoa, «para guardar no coração o que for, de facto, preci(o)so».

Depois das palavras de abertura, pelo superior dos Jesuítas em Portugal, P. José Frazão (9h30), o encontro prossegue com o primeiro de três momentos (10h00), intitulado “Centrar”, «uma ajuda para abrir e centrar a reflexão», contando com as intervenções de Paula Moura Pinheiro, Jacinto Lucas Pires e um orados a anunciar.

Segue-se, às 11h30 e 15h00, a ocasião para “Consertar”, seis oficinas com 1h30 de duração. Na inscrição, os participantes escolhem duas, uma durante a manhã, a outra para o período da tarde.

Ambiente (Alfredo Cunhal Sendim e Manuel Tovar), Comunicação (Luís Gouveia Monteiro e Marco Frazão) e Política (Margarida Mano e Sérgio Oliveira) são os temas do primeiro conjunto.

Depois do almoço, Eduardo Sá, Amélia e José Souto Moura falam sobre Relações, Álvaro Laborinho Lúcio e Luís Patrício debatem a Educação, e Tomás Virtuoso e Mário Linhares refletem sobre Religião.

A terceira etapa do encontro, “Concentrar”, «pistas para desintoxicar a vida», começa às 17h00, e conta com a Ir. Irene Guia, aci, Kiko Martins e um interveniente a anunciar.


 

Rui Jorge Martins
Imagem: Maugli-l/Bigstock.com
Publicado em 28.02.2019

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos