Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Vaticano desafia estudantes a debater futuro do latim na era digital

Imagem Topo do arco na praça do Terreiro do Paço, Lisboa (det.) | © Câmara Municipal de Lisboa

Vaticano desafia estudantes a debater futuro do latim na era digital

“Digito ergo sum”, expressão inspirada no célebre pensamento «cogito ergo sum» (“penso, logo existo»), do filósofo francês René Descartes (1596-1650), é o tema da próxima edição do “Átrio dos Estudantes”, que decorre segunda-feira, em Roma.

Na sessão, marcada para o “Maxxi – Museu Nacional das Artes do Século XXI”, os participantes poderão colocar questões sobre a importância do latim ao cardeal Gianfranco Ravasi, presidente do Conselho Pontifício da Cultura, a Ivano Dionigi, presidente da Academia Pontifícia da Latinidade, e a Giulio Giorello, filósofo e epistemólogo.

O encontro desenvolver-se-á em torno da pergunta sobre a atualidade do latim: «Trata-se de uma língua depositária de um irrenunciável património cultural ou de um instrumento para a formação de igualmente irrenunciáveis competências nas novas gerações?».

A iniciativa visa também oferecer aos estudantes instrumentos culturais que os ajudem a compreender o sentido do latim e do seu estudo no contexto da sua formação académica, bem como a entender melhor uma língua franca num mundo antigo rico que arqueologia, arte e literatura.

Caracterizado por ser uma língua sintética por natureza, o latim coaduna-se, neste particular, com a tipicidade da comunicação contemporânea, que encontra na rede social “Twitter”, limitada a frases com um máximo de 140 caracteres, a par dos SMS, um dos seus expoentes mais difundidos na cultura ocidental.

O Átrio dos Estudantes, que este ano chega à quarta edição, foi criado a partir do Átrio dos Gentios, plataforma para o diálogo entre crentes e não-crentes coordenada pelo Pontifício Conselho da Cultura.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 20.11.2015

 

 

 
Imagem Topo do arco na praça do Terreiro do Paço, Lisboa (det.) | © Câmara Municipal de Lisboa
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos