Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Sobre a pintura da Via Sacra da Capela Imaculada

Sobre a pintura da Via Sacra da Capela Imaculada

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Uma artista recebe a tarefa de dar forma à Via Sacra numa igreja em Braga. Deverá haver certo número de quadros, de determinado formato, numa parede de pedra de determinadas dimensões. A história já foi contada muitas vezes, todos a conhecemos bem. E a mensagem é tremenda:

Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o seu Filho Unigénito, a fim de que todo o que nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna

Estes são os parâmetros.

Como dar-lhes seguimento? A tarefa é, no mínimo, um desafio.

Primeiro: Não entrar em pânico. Sim, todos os grandes mestres já pintaram uma Via Sacra. Agora é a tua vez de o fazer. Acalma-te, mantém a concentração, trabalha passo a passo.

Segundo: A parede não é grande o suficiente para albergar as catorze estações da Via Sacra tradicional. Tens de escolher apenas alguns momentos essenciais e concentrar-te neles. A vantagem desta opção é que te obriga a tornar a mensagem mais clara.

Terceiro: Também deves escolher o tipo de linguagem e o respetivo nível de abstração, concentrando-te sempre no essencial. Nada de pormenores desnecessários, mas sem perder a força da mensagem.

Quarto: Agora, mãos à obra! E certifica-te de que se torna poderosa e bela.

Que estações escolher foi fácil, as opções surgiram intuitivas, naturais. As estações escolhidas, sem as quais a história não seria o que é, contêm um significado mais profundo, impelem à progressão da mensagem.

Sem a decisão de Pôncio Pilatos, que não foi capaz de se opor à forte determinação dos Sumos sacerdotes, nada teria acontecido. O facto de Jesus carregar o seu castigo às costas pelas ruas de Jerusalém, para que todos o vejam, é, claro, o núcleo por excelência da história. Ao longo do caminho ele cai, mas encontra compaixão e auxílio em Verónica e Simão de Cirene. E a sua mensagem no episódio das mulheres de Jerusalém, “não choreis por mim, chorai antes por vós mesmas e pelos vossos filhos”, é pungente para as mães de todos os tempos. A crucifixão e morte de Jesus correspondem ao cumprimento do plano de Deus. Maria, mãe, está aos pés da cruz, depois de tudo o que acontecera, e segura o corpo do filho, como vemos representado na célebre Pietà.

Estas são as sete estações agora existentes na parede da Capela Imaculada do Seminário Menor de Braga.

A primeira das estações a ser preterida foi aquela em que Jesus encontra a sua Mãe. Tal ficou a dever-se ao facto de ambos se encontrarem – em certo sentido – posteriormente, na cena da Pietà, a que se crê corresponder a mais profunda mensagem de amor no meio da dor e da morte. As três quedas de Jesus puderam ser representadas, por seu turno, numa única imagem. As outras estações suprimidas foram-no por ser possível fazê-lo sem condicionar a mensagem. Finalmente, as duas estações relativas aos encontros com Simão de Cirene e Verónica foram fundidas em virtude de conterem a mesma mensagem – a da prática da compaixão.

Estas escolhas foram necessárias devido às limitações do espaço, o que acabou por permitir colocar o foco no cerne da mensagem.

Ao longo da realização deste trabalho, também a artista foi confrontada com várias questões pessoais relativas ao significado destes acontecimentos. Poder refletir acerca delas foi uma dádiva, tal como o foi o recente encontro, acerca dos quadros e do seu significado, com os alunos do Seminário Menor. Alunos a quem estes quadros passam a pertencer também. É, de resto, o momento certo para o fazer, o do jejum pela Páscoa que se aproxima.



Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

Imagem Via-sacra | Lisa Sigfridsson | Capela Imaculada, Braga | Fotografia: P.Joaquim Félix

 

Veja aqui todas as imagens ajustadas ao ecrã

 

Texto: Lisa Sigfridsson
Trad.: Joana Jacinto
Publicado em 29.06.2016

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos