Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Revista de Teologia debate “Migrantes e refugiados”

Revista de Teologia debate “Migrantes e refugiados”

Imagem Capa | D.R.

O mais recente número da revista “Humanística e Teologia” é dedicado aos “Migrantes e refugiados”, «à luz da tradição bíblica, onde a existência humana aparece caracterizada pela mobilidade e pela hospitalidade».

O volume editado pela Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (Porto) constitui «um interessante exemplo de como uma questão de atualidade pode ser tratada com muito proveito pela teologia», destaca uma nota enviada hoje ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

A publicação «trata o assunto dos migrantes e refugiados desde a perspetiva teológica e filosófica», porque «o ordenamento do mundo de hoje tem muito que aprender com a amplitude de horizontes que a teologia e filosofia podem abrir».

Para contextualizar uma «problemática para que o Papa Francisco tanto tem chamado a atenção», o número inicia-se com uma entrevista a Mariana Barbosa, coordenadora, na ilha grega de Lesbos, dos voluntários da Plataforma de Apoio aos Refugiados.

Jorge Teixeira da Cunha escreve sobre “Refugiados e migrantes na fronteira da vida”, Karin Hellen Kepler Wondracek analisa o tema “Refugiados na vida-grafia – Uma aproximação a partir de Michel Henry” e Florinda Martins propõe “A pátria de O Marinheiro, de o menino sírio, da jornalista da CNN e do pediatra – Fernando Pessoa, Omran Daqneesh, Kate Bolduan, Abu al-Baraa”.

Por uma história “em trânsito” (Virgínia Buarque), “Cultura e o chão comum da vida” (Marcelo Ramos Saldanha, Henrique Echeverria), “Migrantes. Considerações sobre os sentimentos frente ao estrangeiro” (Maria Aparecida da Silveira Brígido, Lia Dauber) e “Efeitos do padecimento na subjetividade dos retirantes na obra literária: ‘Vidas Secas’, de Graciliano Ramos” (Magda Medianeira de Mello, Natacha H. de Oliveira Becker) concluem os artigos dedicados ao dossiê.

Na segunda secção desta edição, Maria Manuela Brito Martins escreve sobre a “filosofia da história – Problemas e debates em autores portugueses na segunda metade de Oitocentos: Joaquim António da Silva Cordeiro” e Bernardo Corrêa d’Almeida estuda o “Terrorismo religioso no quadro da psicologia social”.

“Un discípulo salmantino en Coímbra: Martín de Ledesma” (Maria Idoya Zorroza), “In the search for symbolic meaning of the Genesis ‘fruit’” (Adam S´wiez.yn´ski) e “Gustavo Gutiérrez: um discípulo de Bartolomeu de Las Casas no mundo de hoje” (Gonçalo Pereira Diniz, OP) encerram a segunda parte da “Humanística e Teológica”, revista semestral à venda nas livrarias da Universidade Católica, em Lisboa e Porto.



 

Rui Jorge Martins
Publicado em 18.01.2017

 

"Humanística e Teologia" - Informações: humanteol@porto.ucp.pt

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos