Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Relançamento da editora Multinova com livro “Contra a eutanásia”

Imagem Capa de "Contra a eutanásia" (det.) | D.R.

Relançamento da editora Multinova com livro “Contra a eutanásia”

O relançamento da editora Multinova, que não publicava desde há uma década, vai ocorrer na Feira do Livro de Lisboa com a apresentação do livro “Contra a eutanásia”, de Lucien Israël, médico não-crente.

«O enfoque da Multinova será a atualidade, de modo a ajudar os cidadãos a aprofundar as temáticas que fazem parte do dia a dia, e que nem sempre são esclarecidas de modo adequado através dos meios de comunicação», explicou o padre José Carlos Nunes, presidente do Conselho de Administração da editora.

A Multinova, Editores e Livreiros, que tem como sócia maioritária, desde outubro de 2015, a Paulus Editora, «continuará a abordar temas sociais e pedagógicos pertinentes para a sociedade portuguesa», acrescenta o responsável, citado por um comunicado enviado hoje ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

O autor de “Contra a eutanásia”, «homem de ciência», defende que a prática «não é nem um gesto de humanidade nem um ato de compaixão, mas um projeto que põe em discussão a profissão médica e, mais em geral, a ligação simbólica entre as gerações».

O prefácio é assinado por Luís Paulino Pereira, médico de Medicina Familiar e colaborador assíduo do semanário Sol e de outros meios de comunicação social, sendo «uma voz com autoridade nesta temática não só pela prática médica que tem, mas também pelo acompanhamento e reflexão sobre temas ligados à Medicina e à Bioética», sublinha a editora.

Lucien Israël, prossegue o prefaciador, «faz reflexões pertinentes, levanta problemas e apresenta soluções sugerindo caminhos que nem todos querem seguir», numa obra que é «acessível» e que, por isso, «não se destina apenas aos médicos ou enfermeiros».

O volume é apresentado este domingo, 5 de junho, pelas 18h00, por Luís Paulino Pereira.

A Multinova foi inaugurada em maio de 1970, no bairro de Alvalade, em Lisboa, junto à igreja de S. João de Brito, tendo como «alma do projeto livreiro e cultural» o editor Manuel Bidarra (1930-2010), de que foi um dos sócios fundadores.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 31.05.2016

 

 

 
Imagem Capa de "Contra a eutanásia" | D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos