Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Regresso aos clássicos

«Folheio os antigos sábios e neles reencontro os meus pensamentos mais modernos.» «Todos os pensamentos inteligentes já foram pensados; só é preciso tentar repensá-los.»

É significativo um dado que se regista agora em diversas ocasiões, o regresso aos clássicos. Todas as vezes que se propõe uma leitura de Dante, de Homero ou da Bíblia é surpreendente ver a multidão – muitas vezes maioritariamente juvenil – que se atropela para a escuta, por vezes em condições desfavoráveis, mas com grande atenção.

As motivações são várias, a começar pela saturação desse excesso de murmuração e banalidade que assola a comunicação de massa. Mas há duas outras razões sugeridas na dúplice citação que hoje proponho.

A primeira observação extraio-a do romance “O primeiro círculo” (1968), do famoso escritor russo Alexander Solzhenitsyn (1918-2008) e é uma consideração que muitas vezes deixa surpreendido todo o leitor dos clássicos: descobre-se que eles são muito mais atuais, envolventes e «modernos» do que muitos textos e páginas inteiras de jornais publicados nos nossos dias.

Com efeito, eles sabem colher não só o sentido profundo da realidade, mas também intuir-lhe os desenvolvimentos, penetrando até no futuro.

E eis que chegamos à segunda nota, pertencente a alguém que pode ser considerado já um clássico; é, efetivamente, uma das “máximas” do grande autor e estadista alemão Goethe (1749-1832).

Ele recorda-nos, substancialmente, aquela célebre imagem de Bernardo de Chartres: somos anões às costas de gigantes. A nossa tarefa não partir do zero, mas sobre a base necessária do passado – eis o relevo das chamadas “raízes” – repensar, reatualizar, projetar para o hoje aquela mensagem fecunda e criativa.


 

P. (Card.) Gianfranco Ravasi
In Avvenire
Trad.: Rui Jorge Martins
Imagem: migfoto/Bigstock.com
Publicado em 12.09.2018

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos