Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Pós-graduação em Música Sacra acompanha «diálogo entre fé, cultura, arte, ciência e ensino»

A Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa volta a propor, no início do ano académico de 2018/19, a pós-graduação em Música Sacra, a única de ensino superior disponível em Portugal, desenvolvida com a Faculdade de Teologia.

«A música da Igreja, filão inesgotável de obras de arte maiores e, ao mesmo tempo, expressão quotidiana e inseparável da liturgia cristã, exige atenção especial. Este cuidado é extensível às composições musicais, à atenção pela liturgia em si, ao domínio técnico e artístico das formas, dos instrumentos e, acima de tudo, ao respeito pelo serviço à comunidade», sublinha a instituição.

No contexto nacional é necessário «aperfeiçoar as capacidades existentes, criar novos nichos de desenvolvimento e reforçar a criação de novos repertórios», refere a Universidade, que disponibiliza o curso no Porto.

«Desenvolver, qualificar e promover a música da Igreja», «veicular a música sacra como um dos fundamentos da cultura cristã», «entender as diversas formas de ligação entre o “tesouro musical da Igreja” e as necessidades actuais das comunidades» e «resgatar para o mundo universitário a importância da arte e cultura cristãs» constituem os objetivos da pós-graduação.

Os estudantes ficarão aptos a «dirigir, tocar e cantar adequadamente», «conhecer a tradição musical da Igreja», «desenvolver novos repertórios», «entender os ritos e as suas expressões musicais» e «empregar os novos meios da sociedade da informação».

O corpo docente é constituído por Filipe Veríssimo (licenciado em Música Sacra pela Escola das Artes da Universidade Católica, mestre de capela e organista titular da igreja da Lapa, no Porto), João Duque (professor catedrático de Teologia), José Oliveira Martins (doutorado em Teoria e História da Música).

A equipa de professores integra também Paulo Antunes (doutor em Teologia, especialidade de Ciências da Liturgia e Teologia Prática) e Paulo Ferreira-Lopes (doutorado em Music-Informatics e mestre em Sciences Technologies des Artes, além de coordenador do doutoramento em Ciência e Tecnologia das Artes).

Pedro Monteiro (doutorado em Ciência e Tecnologia das Artes e mestre em Musicologia) e Sofia Serra (mestre em Música) assumem a coordenação da pós-graduação, que pode ser frequentada às sextas-feiras (1h00-21h00) e sábados (9h00-13h00), horário que pode ser adaptado à disponibilidade da maioria dos estudantes.


 

Rui Jorge Martins
Imagem: Capela Imaculada, Braga | Luís Braga Santos | D.R.
Publicado em 20.09.2018

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos