Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Pavilhão da Santa Sé na exposição universal de Milão recolheu 150 mil euros para obras de caridade do papa

Imagem Pavilhão da Santa Sé na Expo Milão, com pintura "Instituição da Eucaristia", de Rubens | © Expo 2015/Daniele Mascolo

Pavilhão da Santa Sé na exposição universal de Milão recolheu 150 mil euros para obras de caridade do papa

O presidente do Conselho Pontifício da Cultura qualificou de «muito positivo» o resultado obtido com as ofertas deixadas no pavilhão da Santa Sé na exposição universal de Milão, que termina este sábado.

«Os visitantes, com as suas pequenas e simples doações, ofereceram 150 mil euros, a fim de que o papa possa apoiar a comunidade de deslocados e refugiados na Jordânia», afirmou o cardeal Gianfranco Ravasi aos microfones da Rádio inBlu, rede de emissoras católicas italianas.

A presença da Santa Sé na iniciativa que decorreu desde 1 de maio foi salientar a importância do pão enquanto «um dos grandes símbolos do alimento universal», em particular no que se refere «à fome no mundo».

O objetivo secundário consistiu em evocar a frase bíblica, atribuída a Jesus, «não só de pão», «recordando a dimensão mais espiritual e cultural que o alimento comporta», observou o prelado italiano.

«É por este motivo que muitos reconheceram que o pavilhão da Santa Sé foi aquele que provavelmente, entre todos, mais pretendeu centrar-se no tema, alinhado com o da exposição universal, "Alimentar o Planeta, Energia para a Vida».

Foram ultrapassados os dois milhões de presenças nos pavilhões ligadas à Igreja na Expo Milão: 1,8 milhões no espaço da Santa Sé e 250 mil visitaram no recinto da Cáritas.

O pavilhão da Santa Sé desenvolveu o duplo significado do alimento como alimento material e espiritual do ser humano, colocando no centro a Eucaristia, interpretada por pintores famosos, Tintoretto e Rubens, a par do tema da partilha, proposto através da experiência de uma mesa interativa.

«A Igreja quis estar presente na Expo Milão com um ângulo e uma mensagem bem precisas: fazer refletir sobre o tema partindo dos rostos das pessoas, das situações concretas que requerem soluções eficazes, e não retóricas», acentuou o cardeal Ravasi.

 

In "Avvenire"
Trad. / edição: Rui Jorge Martins
Publicado em 30.10.2015

 

 

 
Imagem Pavilhão da Santa Sé na Expo Milão, com pintura "Instituição da Eucaristia", de Rubens | © Expo 2015/Daniele Mascolo
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos