Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Pastoral da Cultura na periferia: Tradição, teatro, música, poesia, meditação e karaté

Pastoral da Cultura na periferia: Tradição, teatro, música, poesia, meditação e karaté

Imagem Ponta Delgada | vitfedotov/Bigstock.com

Um significativo envolvimento de jovens, o recurso à tradição cristã e à meditação bíblica, a utilização de expressões artísticas como o teatro, a música e a poesia, bem como o desporto, nomeadamente o karaté, congregam-se nas atividades culturais da diocese de Angra.

O P. Ricardo Tavares, diretor do Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura, foi um dos intervenientes na 13.ª Jornada Nacional da Pastoral da Cultura que decorreu no sábado, em Fátima, sobre o tema "'Out of the box: A relação dos jovens com a Cultura", levando ao encontro a experiência de uma diocese periférica, à semelhança da de Bragança-Miranda, também presente através do testemunho de Fátima Pimparel.

«Só em duas ilhas, S. Jorge e S. Miguel, é que existem equipas da Pastoral da Cultura realmente empenhadas nesse trabalho, e a maior parte dos elementos que fazem parte delas são jovens», relatou o sacerdote na sua intervenção, que pode ser vista na íntegra no final deste artigo.

Na sequência de um inquérito lançado há dois anos aos Conselhos Pastorais da diocese açoriana, as equipas da Pastoral da Cultura escolheram um tema «relacionado com a tradição da Igreja, as festas do Divino Espírito Santo», explicou o responsável, que se tem desdobrado em sessões sobre este tema em vários locais do arquipélago.

«Os jovens escolheram este tema não só para retirar os valores tradicionais» dessas festas pascais, «mas também para fazer uma abordagem nova, ou seja, extrair elementos bíblicos, filosóficos, teológicos e sociológicos», abordando-os, simultaneamente, do ponto de vista «académico e artístico».

Nos colóquios e atividades desenvolvidas nas várias Ouvidorias da diocese tem sido dado «protagonismo» aos jovens da Pastoral da Cultura, que em muitos casos «não são praticantes», mas, «de certa maneira, praticam envolvendo-se».

Em 2016 foi feito um trabalho sobre os 500 anos da morte da religiosa carmelita Santa Teresa de Ávila: «Mais do que uma conferência, realizou-se uma espécie de teatro», possibilitando que a transmissão da mensagem fosse feita «mais facilmente».

Para assinalar os 50 anos do Concílio Vaticano II (1962-1965), propôs-se uma atividade que congregasse «intelecto e arte»: o conferencista foi por várias vezes interrompido pela participação de jovens espalhados pela igreja que recitavam prosa e poesia, «criando-se uma espécie de diálogo» que enriqueceu os conteúdos académicos com «uma forma diferente de abordagem pela arte e poesia».

O sacerdote destacou também a importância do desporto, que bem conhece por praticar karaté desde os seis anos, «uma filosofia de vida» que «tem grande potencial de contacto com o mundo espiritual».

Nesse sentido está a ser criado um projeto que combina a prática do karaté com uma apresentação de Orquestra do Conservatório de Ponta Delgada, que incluirá uma vertente cómica: «Vamos tentar explorar o lado espiritual do desporto» através de uma modalidade que estimula a «autotranscendência e a transcendência de Deus», assinala.

Outra das prioridades com jovens tem passado pela «meditação orientada» da Bíblia, a denominada "lectio divina", com «muito tempo de silêncio».









 

SNPC
Publicado em 07.06.2017

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos