Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa pede «globalização da empatia» para pessoas com doenças raras

Imagem D.R.

Papa pede «globalização da empatia» para pessoas com doenças raras

O papa recebeu hoje, no Vaticano, os participantes no congresso internacional sobre os «progressos da medicina regenerativa e os seus impactos culturais», pedindo-lhes que contribuam para assegurar às pessoas atingidas por doenças raras o acesso à cura, independentemente das suas condições financeiras.

Depois de citar a sua exortação apostólica “A alegria do Evangelho”, no excerto em que acentua a oposição a «uma economia da exclusão e da desigualdade, que semeia vítimas quando o mecanismo do lucro prevalece sobre o valor da vida humana», Francisco vincou que «à globalização da indiferença é preciso contrapor a globalização da empatia».

«A estes doentes, com efeito, muitas vezes não se presta suficiente atenção, porque não se entrevê um consistente retorno económico dos investimentos feitos em seu favor. No meu ministério encontro continuamente pessoas afetas por doenças chamadas “raras”, que atingem «milhões e milhões de pessoas», causando «sofrimentos e preocupações inclusive naqueles que, a títulos vários, deles cuidam, a partir dos familiares», declarou.

Dirigindo-se aos membros do Conselho Pontifício da Cultura, da Fundação Vaticana Ciência e Fé e da Fundação “Stem for Life”, promotoras do congresso, o papa salientou a necessidade de «tornar mais conhecido o problema das doenças raras à escala mundial, investir na formação mais adequada, incrementar os recursos para a pesquisa, promover a adequação legislativa e a mudança do paradigma económico, para que seja privilegiada a pessoa humana».

Além de assegurar o tratamento a todas as pessoas, Francisco pediu às àqueles organismos que favoreçam a «sensibilização», de forma a promover na sociedade «o crescimento do nível de empatia, para que ninguém permaneça indiferente aos pedidos de ajuda do próximo, inclusive quando está afetado por uma doença rara».

«Sabemos que por vezes não é possível encontrar soluções rápidas para patologias complexas, mas pode-se sempre responder com solicitude a essas pessoas, que muitas vezes se sentem abandonadas e negligenciadas. A sensibilidade humana, pelo contrário, deveria ser universal, independente do credo religioso, da classe social ou do contexto cultural», assinalou.

A terceira dimensão que Francisco pediu aos participantes para aprofundar é a da «pesquisa», que compreende «a educação e a investigação científica» orientadas por valores morais.

«Hoje, mais do que nunca, sentimos esta urgência educativa que, a par da maturação das faculdades intelectuais dos estudantes, garanta uma adequada formação humana, assegurando o máximo nível profissional. Neste horizonte pedagógico, torna-se necessário, no âmbito das ciências da vida e das ciências médicas, projetar percursos interdisciplinares que reservem um espaço importante para a preparação humana, com uma referência fundamental à ética», apontou.

Quer seja no âmbito académico ou industrial, a investigação «requer uma constante atenção às questões morais para ser instrumento de tutela da vida e da dignidade da pessoa humana», pelo que «formação e pesquisa exigem que sejam colocadas no horizonte do serviço aos altos valores, como a solidariedade, generosidade, gratuidade, partilha do saber, respeito pela vida humana e amor fraterno e desinteressado».

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 29.04.2016

 

 
Imagem D.R.
A investigação «requer uma constante atenção às questões morais para ser instrumento de tutela da vida e da dignidade da pessoa humana», pelo que «formação e pesquisa exigem que sejam colocadas no horizonte do serviço aos altos valores, como a solidariedade, generosidade, gratuidade, partilha do saber, respeito pela vida humana e amor fraterno»
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos