Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa nomeia cardeal D. António Marto para Dicastério dos Leigos, Família e Vida

O papa escolheu D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima e criado cardeal por Francisco a 29 de junho, para integrar o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, anunciou hoje a Sala de Imprensa da Santa Sé.

O prelado português será acompanhado pela entrada, no mesmo departamento, pelo cardeal espanhol Luís Francisco Ladaria Ferrer, atual responsável máximo da Congregação para a Doutrina da Fé.

O Dicastério é competente «na promoção da vida e do apostolado dos fiéis leigos, na pastoral dos jovens, da família e da sua missão, de acordo com o plano de Deus e na proteção e no apoio da vida humana», lê-se no primeiro artigo dos estatutos.

Cabe-lhe «animar e fomentar a promoção da vocação e da missão dos fiéis leigos na Igreja e no mundo, como indivíduos casados ou não, e também como membros pertencentes a associações, movimentos, comunidades».

Sempre de acordo com os estatutos, aprovados a 10 de abril deste ano pelo papa Francisco, o dicastério «trabalha para aprofundar a reflexão sobre a relação entre o homem e a mulher na sua respetiva especificidade, reciprocidade, complementaridade e igual dignidade. Valorizando o “génio” feminino, contribui para a reflexão eclesial sobre a identidade e a missão das mulheres na Igreja e na sociedade, promovendo a sua participação».

Entre as suas atribuições está o estudo e a promoção da formação «sobre os principais problemas da biomedicina e do direito relativos à vida», além de apoiar e coordenar iniciativas «a favor da procriação responsável, assim como para a proteção da vida humana desde a conceção até ao seu fim natural».

«A experiência cristã tem em si uma força intrínseca de irradiação, para o mundo, da beleza que salva. A fé, a esperança, a caridade, vividas no mundo e celebradas na liturgia, são fonte de uma cultura humanístico-social, na medida em que são portadoras de atitudes e comportamentos pessoais e sociais, nos vários âmbitos da convivência humana», escreveu D. António Marto em 2012.

Com 71 anos, António Augusto dos Santos Marto nasceu em Tronco, diocese de Vila Real, para a qual foi ordenado padre em 1971. No ano 2000 foi nomeado bispo auxiliar de Braga pelo papa S. João Paulo II, e quatro anos depois o mesmo pontífice encarregou-o da diocese de Viseu. Em 2006 o papa Bento XVI nomeou-o bispo de Leiria-Fátima.


 

Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos