Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa espera que Jogos Olímpicos lembrem que só há uma «família humana» para além das «diferenças de cultura, cor da pele ou religião»

Imagem Bandeira dos Jogos Olímpicos e estátua de Cristo Redentor | Rio de Janeiro, Brasil | D.R.

Papa espera que Jogos Olímpicos lembrem que só há uma «família humana» para além das «diferenças de cultura, cor da pele ou religião»

O papa endereçou hoje, no Vaticano, «uma saudação afetuosa ao povo brasileiro, em particular à cidade do Rio de Janeiro, que acolhe atletas e adeptos do mundo inteiro por ocasião das Olimpíadas».

«Diante de um mundo que está sedento de paz, tolerância e reconciliação, faço votos de que o espírito dos Jogos Olímpicos possa inspirar a todos, participantes e espectadores, a combater o bom combate e a terminar juntos a corrida», afirmou Francisco, referindo-se às palavras que o apóstolo Paulo escreveu na segunda carta bíblica que enviou ao seu amigo Timóteo.

Falando em italiano, o papa expressou o desejo de que os participantes ambicionem «alcançar como prémio não uma medalha, mas algo muito mais valioso: a realização de uma civilização onde reine a solidariedade, fundada no reconhecimento de que todos somos membros de uma única família humana, independentemente das diferenças de cultura, cor da pele ou religião».

Na mensagem, seguidamente traduzida por um locutor para português, Francisco dirige-se em particular «aos brasileiros, que com a sua característica alegria e hospitalidade organizam a Festa do Desporto».

«Desejo que esta seja uma oportunidade para superar os momentos difíceis e comprometer-se a “trabalhar em equipa” para a construção de um país mais justo e mais seguro, apostando num futuro cheio de esperança e alegria! Que Deus abençoe a todos!», conclui o papa.

As palavras de Francisco, proferidas no termo da audiência geral das quartas-feiras, retomadas após a pausa de julho, ocorrem no mesmo dia em que começam os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, com o futebol, antes da cerimónia oficial de inauguração, marcada para sexta-feira.

«Para que o desporto seja uma oportunidade de encontro fraterno entre os povos e contribua para a causa da paz no mundo» é uma das intenções de oração do papa para agosto.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 03.08.2016

 

 

 
Imagem Bandeira dos Jogos Olímpicos e estátua de Cristo Redentor | Rio de Janeiro, Brasil | D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos