Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa evoca «novo dia» de Neruda e critica «resignação» de quem não se compromete com nada

A esperança «é o novo dia, a extirpação da imobilidade, a sacudidela duma prostração negativa»: estas palavras do poeta chileno Pablo Neruda foram hoje citadas pelo papa na primeira missa a que presidiu no Chile, durante a qual criticou a indiferença à pobreza e a desistência de trabalhar por um mundo mais humano.

A homilia da missa «pela paz e pela justiça», celebrada em Santiago, perante cerca de 400 mil pessoas, partiu das Bem-aventuranças proclamadas por Jesus (Mateus 5, 1-12), que não se concretizam sem desacomodação: «É a resignação que nos leva a isolar-nos de todos, a dividir-nos, a separar-nos, a fazer-nos cegos perante a vida e o sofrimento dos outros».

«As Bem-aventuranças não nascem de atitudes de crítica fácil nem do “palavreado barato” daqueles que julgam saber tudo, mas não se querem comprometer com nada nem com ninguém, acabando assim por bloquear toda a possibilidade de gerar processos de transformação e reconstrução nas nossas comunidades, na nossa vida», apontou.

Quando, nas Bem-aventuranças exalta o pobre, aquele que chora e sofre, quem perdoa, Jesus «vem extirpar a imobilidade paralisadora de quem pensa que as coisas não podem mudar, de quem deixou de crer no poder transformador de Deus Pai e nos seus irmãos, especialmente nos seus irmãos mais frágeis, nos seus irmãos descartados».

«Jesus, quando proclama as Bem-aventuranças, vem sacudir aquela prostração negativa chamada resignação que nos faz crer que se pode viver melhor, se evitarmos os problemas, se fugirmos dos outros, se nos escondermos ou fecharmos nas nossas comodidades, se nos adormentarmos num consumismo tranquilizador», prosseguiu.



«Queres ser ditoso? Queres felicidade? Felizes aqueles que trabalham para que outros possam ter uma vida ditosa»



Para Francisco, as Bem-aventuranças «são aquele novo dia para quantos continuam a apostar no futuro, continuam a sonhar, continuam a deixar-se tocar e impelir pelo Espírito de Deus». Por isso, «felizes aqueles que são capazes de sujar as mãos e trabalhar para que outros vivam em paz. Felizes aqueles que se esforçam por não semear divisão.

«Desta forma, a bem-aventurança faz-nos artífices de paz; convida a empenhar-nos para que o espírito da reconciliação ganhe espaço entre nós. Queres ser ditoso? Queres felicidade? Felizes aqueles que trabalham para que outros possam ter uma vida ditosa. Queres paz? Trabalha pela paz», acentuou.

O papa evocou o antigo arcebispo de Santiago, cardeal Raúl Silva Henríquez, que declarou: «“Se queres a paz, trabalha pela justiça” (...). E se alguém nos perguntar: “Que é a justiça?” ou se porventura consiste apenas em “não roubar”, dir-lhe-emos que existe outra justiça: a que exige que todo o homem seja tratado como homem».

«Semear a paz» exige «proximidade», «sair de casa e observar os rostos» «ir ao encontro de quem se encontra em dificuldade, de quem não foi tratado como pessoa», porque, como dizia Santo Alberto Hurtado, «está muito bem não fazer o mal, mas está muito mal não fazer o bem».

É a segunda vez que o papa hoje cita poetas chilenos, depois de ter evocado palavras de Gabriela Mistral na primeira intervenção desta terça-feira, com autoridades políticas, culturais e civis.

O programa oficial do papa para hoje, integralmente na capital do país, prevê a visita a um centro penitenciário feminino e o encontro com sacerdotes, consagrados e seminaristas, assim como com os bispos. Por fim Francisco estará, em visita privada, com padres jesuítas.



 

SNPC
Fonte: Sala de Imprensa da Santa Sé
Imagem: Papa Francisco | Santiago, parque O’Higgins | 16.1.2018 | D.R.
Publicado em 16.01.2018

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos