Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Papa abençoa último jogo de futebol no antigo estádio do Atlético de Madrid

Papa abençoa último jogo de futebol no antigo estádio do Atlético de Madrid

Imagem Estádio Vicente Calderón | Madrid, Espanha | D.R.

A receita do último jogo de futebol no antigo estádio Vicente Calderón, casa do Atlético de Madrid, marcado para 28 de maio, vai ser entregue à fundação Scholas Occurrentes, impulsionada pelo papa, que abençoará a partida, revela hoje a Rádio Vaticano.

Na sessão de apresentação da iniciativa, realizada esta quarta-feira, na capital espanhola, foram apresentadas imagens de jogos históricos disputados no estádio, bem como do papa Francisco a falar dos valores do desporto e do futebol em particular.

O desafio naquele que foi o estádio atleticano nos últimos 50 anos vai juntar antigos e atuais jogadores da equipa da principal divisão de futebol de Espanha, que jogarão contra uma seleção de jogadores de outros países, anuncia o clube.

O presidente da fundação Scholas Occurrentes, José María del Corral, agradeceu ao Atlético por, juntamente com a organização que dirige, «ter a missão de educar para a paz através do futebol».

«Ninguém melhor que o papa Francisco poderá entender o que viveram neste estádio, como futebolista que é», assinalou o responsável, lembrando que a primeira bênção chegou ao recinto há mais de cinco décadas.

Esta será a terceira edição do programa "Compromissos pela paz": «"Scholas Occurrentes honra-nos ao escolher o Calderón como cenário para este encontro, depois das duas primeiras edições no estádio olímpico de Roma», destacou o presidente do clube, Enrique Cerezo.

O novo estádio do clube, Wanda Metropolitano, com finalização prevista para julho e apto para disputar o campeonato de 2017/18, contará com uma oliveira abençoada pelo papa.

A Scholas Occurrentes, fundação pia autónoma de direito pontifício, tem origem nos programas "Escola de Vizinhos" e "Escolas Irmãs", desenvolvidos em Buenos Aires a partir de 2001, por iniciativa do então arcebispo, cardeal Jorge Mario Bergoglio.

A organização, que hoje chega a 445 mil escolas e redes educativas públicas privadas em 190 países, presta especial atenção a comunidades de fracos recursos, para que desenvolvam o seu projeto educativo de acordo com as suas culturas, convicções, e valores humanos transcendentais.

Enquanto instituição sem fins lucrativos, procura «o compromisso de todos os atores sociais para implementar a cultura do encontro pela paz, por intermédio da educação», lê-se na página do organismo.



 

SNPC
Fontes: Rádio Vaticano, Atlético de Madrid, Mundo Deportivo
Publicado em 06.04.2017

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos