Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

"Óscar" da arquitetura sacra entregue a arquiteto espanhol

Imagem Igreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

"Óscar" da arquitetura sacra entregue a arquiteto espanhol

Rafael Moneo é o único arquiteto espanhol distinguido com o prémio Pritzker, considerado o "Óscar" da arquitetura generalista; hoje junta-lhe aquele que é considerado o "Óscar" da arquitetura sacra, atribuído pela fundação italiana Frate Sole.

Grandes superfícies brancas. Formas lineares imponentes, marcadas, nas fachadas e nas paredes laterais, por "fissuras" em forma de cruzes estilizadas que fazem atravessar no interior feixes de luz: eis a igreja paroquial de Jesus, em San Sebastián, que deu ao arquiteto o prémio atribuído esta tarde em Pavia, Itália, no dia em que a Igreja evoca S. Francisco de Assis.

O projeto, de «formas limpas e compactas», que alternam espaços repletos e vazios, conquistou todos os membros do júri, lê-se na página do prémio.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

«Em equilíbrio entre emoção e rigor», a igreja de Jesus, consagrada em 2011, ergue-se «num dos bairros mais recentes da cidade basca, o de Riberas de Loiola, onde o edifício religioso, juntamente como adjacente jardim da Memória, constitui um novo ponto de referência», refere o mesmo texto.

A arquitetura do conjunto, que Jose Rafael Moneo Valles define como «generosa nos espaços e muito modesta nos materiais», é composta por três elementos: a igreja propriamente dita, colocada no interior de um volume cúbico e orientada a Oriente; um corpo em forma de "L", que acolhe vários serviços, como o centro paroquial; e «um muro que fecha o pátio-jardim situado entre os dois edifícios e que filtra a passagem do espaço aberto da rua ao místico do templo».

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

A nave da igreja tem uma planta em forma de cruz, situada no interior de um quadrilátero maior. Nos espaços que completam a planta encontram-se, à esquerda, a sacristia e o batistério, e à direita as capelas do Santíssimo Sacramento e da Reconciliação.

A instalação cruciforme da tradição da arquitetura religiosa cristã é atualizada através de um desenho assimétrico, que «reflete as tensões do mundo de hoje», segundo Rafael Moneo, e pretende evocar um dos elementos da igreja-mãe da arquidiocese de San Sebastián, a "Cruz da Paz", que o escultor basco Eduardo Chilida projetou para a catedral.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

 

ImagemIgreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.

Cada zona complementar é caracterizada pelas principais relações dimensionais e por diferentes modalidades de acolher a luz. Entre todas destaca-se a Capela Eucarística, área vertical que recebe luz da grande janela, desenhada pelo próprio arquiteto. A iluminação natural percorre o espaço durante o arco do dia, com o desenho do vitral, no qual está representada a cruz, o sol e a lua em duas das suas fases, a recortar-se nas altas e despidas paredes deste espaço de recolhimento e oração.

No segundo lugar foi classificada a igreja da paróquia de KaDon, em Don Duong, na província de Lam Dong, no Vietname, concluída em 2014, com traço dos arquitetos Thu Huong Thi Vu e Tuan Dung Nguyen, que valorizaram a relação com a natureza e abertura dos espaços para o exterior.

 

ImagemIgreja da paróquia de KaDon | Don Duong, Vietname | D.R.

A igreja católica da Santíssima Trindade, a maior da ex-República Democrática da Alemanha, na cidade de Lipsia, do estúdio alemão Schulz und Schulz, obteve o terceiro prémio. Inspirado por princípios de sustentabilidade energética, o projeto é dotado de um sistema geotérmico, projetado pelos investigadores do Instituto Politécnico de Dresden.

 

ImagemIgreja da Santíssima Trindade | Lipsia, Alemanha | D.R.

Os jurados conferiram uma menção honrosa à renovação da capela de S. João Batista, construída com pedra e madeira no bairro berlinense de Johannisthal, do estúdio germânico Brückner & Brückner.

 

ImagemCapela de S. João Batista | Berlim, Alemanha | D.R.

A segunda menção foi concedida à simples e austera capela de S. João Batista, em Tenerife, nas Ilhas Canárias, triângulo escaleno que se insere perfeitamente na paisagem, do arquiteto espanhol Alejandro Beautell.

 

ImagemCapela de S. João Batista | Tenerife, Espanha | D.R.

O Prémio Internacional de Arquietura Sacra é atribuído a cada quatro anos, contando com o patrocínio de vários organismos regionais e nacionais da cultura e da Igreja, como a Comissão Pontifícia para os Bens Culturais Eclesiásticos da Santa Sé, o Ministério para os Bens e as Atividades Culturais e o Conselho Nacional dos Arquitetos.

Entre os vencedores das edições anteriores está o português Álvaro Siza (2000), pela igreja de Santa Maria, em Marco de Canaveses.

Na edição de 2016, a sexta, foram selecionados 86 projetos, provenientes em grande parte da Europa, EUA e Médio Oriente.

A igreja de Jesus é a segunda experiência no campo da arquitetura religiosa de Rafael Moneo, de 79 anos, depois da catedral de Los Angeles, EUA.

 

In "Fondazione Frate Sole", "Repubblica"
Edição: Rui Jorge Martins
Publicado em 05.10.2016

 

 

 
Imagem Igreja de Jesus | Rafael Moneo | San Sebastián, Espanha | D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos