Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Música: “Os Salmos da Misericórdia”

Imagem Póster (det.) | D.R.

Música: “Os Salmos da Misericórdia”

«Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor»: o primeiro verso do Salmo 89 inspira os dois concertos que o grupo vocal de câmara Capela Nova apresenta nos dias 15 e 20 de maio, em Lisboa.

“Os Salmos da Misericórdia” dão «continuidade à linha programática alusiva ao Jubileu da Misericórdia», propondo uma leitura de sete salmos de Mendelssohn, Gabrieli, Howells, Wesley e Rheinberger, bem como dos portugueses Estevão Lopes Morago e Francisco António de Almeida.

A conceção do projeto partiu da leitura de um subsídio do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização sobre “Os Salmos da Misericórdia”», explica o grupo em nota enviada ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

«Paciente e misericordioso» é o binómio que com frequência descreve, no Antigo Testamento, a natureza de Deus, características que os salmos realçam de forma particular. A meditação dos “Salmos da Misericórdia” pode favorecer a descoberta da compaixão de Deus enquanto proximidade de ternura e consolação, refere o texto do subsídio, publicado em Portugal pela Paulus Editora.

Os concertos, com a participação do organista Sérgio Silva, organizam-se em torno de peças musicais sobre excertos dos salmos 25, 41, 42, 43, 51, 103 e 136, correspondendo uma peça a cada salmo, à exceção do primeiro, interpretado a partir da leitura de três compositores.

A primeira apresentação do programa realiza-se este domingo, às 16h00, na igreja Anglicana de Lisboa (Estrela), seguindo-se, no dia 20, a igreja de S. Luís dos Franceses (Portas de Santo Antão), às 21h30.

Formado por 18 cantores, o grupo Capela iniciou a atividade em 2010, «a partir da ideia de promover um espaço de fruição estética e espiritual em torno da música coral de inspiração religiosa do séc. XX, com algumas incursões também nos reportórios renascentista e romântico».

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 12.05.2016

 

 

 
Imagem Póster (det.) | D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos