Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Arquitetura e arte sacra: O céu numa capela

Arquitetura e arte sacra: O céu numa capela

Imagem Capela Villa Serena | Ettore Spalletti | © Werner J. Hannappel

O italiano Ettore Spalletti (n. 1940), com Patrizia Leonelli, projetou para uma casa de repouso em Città Sant'Angelo uma capela imersa na transcendência luminosa das cores, do azul ao ouro.

«Quando me foi pedido para intervir na capela Villa Serena pensei que me estava a ser oferecido um espaço dedicado a todos, porque a espiritualidade é um valor universal que pertence a todos nós.

Um lugar espiritual ajuda-te na procura do bem-estar, como um passeio ao amanhecer ou ao pôr-do-sol no mar, ou entre as árvores de um bosque, quando um raio de sol de alcança, quase a indicar-te um percurso. Quis procurar este acolhimento dentro do espaço da igreja.

Penso na igreja como lugar de contemplação, um lugar onde pode haver recolhimento na oração, mas onde também se pode estar sentado num banco em silêncio, um momento de recolhimento que leva à meditação. É isso que, para mim, procuro dentro de um quadro, alguma coisa que não é legível à superfície», considera Ettore Spalletti.

Para Patrizia Leonelli a «cor é a protagonista», deslocando-se «do azul ténue ao azul intenso, ao verde, ao rosa, ao dourado, e que se derrama do teto às paredes, ao mobiliário. Uma obra de arte total, onde o artista desenhou cada elemento.

O altar, situado no centro da capela, é composto por quatro blocos de mármore branco, atravessados por duas lâminas de metal dourado que restituem a forma da cruz. O sacrário é coberto por folha de ouro e a imagem de Maria Imaculada está envolvida numa espécie de poeira azul.

Cada elemento entra em comunicação com o espaço através dos diferentes efeitos da luz absorvida e difundida: a natural, que penetra pelas aberturas; a emanada pelas fontes luminosas; a que é refletida pelo pavimento em pedra escura e pelos mármores polidos e, por fim, aquela que é reverberada pelas próprias obras, refere Patrizia Leonelli.








 

Edição: SNPC
Fontes: "Paolo Fusero", "Thema"
Publicado em 24.05.2017

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos