Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Nomes e rostos dos novos cardeais "eleitores" (que podem eleger o papa)

Nomes e rostos dos novos cardeais "eleitores" (que podem eleger o papa)

Imagem Papa Francisco | D.R.

O papa Francisco anunciou hoje os nomes dos 20 prelados que se vão tornar cardeais no próximo consistório de 14 e 15 de fevereiro, entre os quais se encontra o patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

Os nomeados são provenientes de 18 países dos cinco continentes; 15 têm menos de 80 anos, e portanto poderão eleger novo papa em caso de conclave. Cinco têm mais de 80 anos.

Os cardeais "eleitores" vêm da Europa (5), Ásia (3), América Latina (3), África (2) e Oceânia (2), constando-se a atenção que Francisco continua a dar às "periferias".

Dos países de onde os novos purpurados são provenientes, seis não tinham atualmente cardeal, enquanto que outros nunca tinham tido um, como é o caso de Cabo Verde, Tonga e Myanmar.

O papa não se ateve à tradição histórica que ligava "automaticamente" determinadas dioceses ao cardinalato, comentou o diretor da Sala de Imprensa, padre Federico Lombardi.

Apresentamos seguidamente o nome e os rostos de 14 dos 15 novos cardeais "eleitores".



Imagem Dominique Mamberti | Prefeito do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica | Único membro da Cúria do Santa Sé incluído na lista | D.R.



Imagem Manuel José Macário do Nascimento Clemente | Patriarca de Lisboa | D.R.



Imagem Berhaneyesus Demerew Souraphiel | Arquieparca de Adis Abeba, Etiópia | D.R.



Imagem John Atcherley Dew | Arcebispo de Wellington, Nova Zelândia | D.R.



Imagem Edoardo Menichelli | Arcebispo de Ancona-Osimo, Itália | D.R.



Imagem Pierre Nguyên Văn Nhon | Arcebispo de Hanói, Vietname | D.R.



Imagem Alberto Suárez Inda | Arcebispo de Morelia, México | D.R.



Imagem Charles Maung Bo | Arcebispo de Yangon, Myanmar | D.R.



Imagem Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij | Arcebispo de Banguecoque, Tailândia | D.R.



Imagem Francesco Montenegro | Arcebispo de Agrigento, Itália | D.R.



Imagem Daniel Fernando Sturla Berhouet | Arcebispo de Montevideu, Uruguai | D.R.



Imagem Ricardo Blázquez Pérez | Arcebispo de Valladolid, Espanha | D.R.



Imagem José Luis Lacunza Maestrojuán | Bispo de David, Panamá | D.R.



Imagem Arlindo Gomes Furtado | Bispo de Santiago, Cabo Verde | D.R.



Entre os novos cardeais eleitores de um novo papa encontra-se também Soane Patita Paini Mafi, bispo de Tonga. Nascido em 1961, é o membro mais jovem do Colégio Cardinalício.

Foram também nomeados cinco prelados com mais de 80 anos, que, afirmou o papa, «se distinguiram pela sua caridade pastoral no serviço à Santa Sé e à Igreja», representando «muitos bispos que, com a mesma solicitude de pastores, deram testemunho de amor a Cristo e ao povo de Deus, seja nas Igrejas particulares, seja na Cúria Romana, seja no serviço diplomático da Santa Sé».

A lista integra os seguintes nomes: José de Jesús Pimiento Rodríguez, arcebispo emérito de Manizales (o mais idoso dos nomeados, nascido em 1919); Luigi De Magistris, arcebispo titular de Nova, Pro-Penitenciário maior emérito; Karl-Joseph Rauber, arcebispo titular de Giubalziana, núncio apostólico; Luis Héctor Villalba, arcebispo emérito de Tucumán; Júlio Duarte Langa, bispo emérito de Xai-Xai.

 

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 04.01.2015

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos