Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

"Ressurreição": Mel Gibson prepara sequela de “A paixão de Cristo”

O cineasta Mel Gibson confirmou a preparação da sequela de “A paixão de Cristo”, que se intitulará “A paixão de Cristo: Ressurreição”, mantendo como protagonista o ator Jim Cavaziel.

«Há muitas coisas que não posso revelar, mas asseguro-vos que é um filme extraordinário. Não vos direi do que fala, mas posso dizer-vos isto: o filme que Mel está a tentar fazer será o maior na história do cinema. É realmente um excelente trabalho», declarou o ator.

Quando foi exibido no grande ecrã, em 2004, “A paixão de Cristo” foi muito criticado por causa do seu anti-semitismo e pelas cenas de violência crua, mas tornou-se um colossal sucesso comercial, com receitas de mais de 600 milhões de dólares, contra um orçamento de 30 milhões.

Mel Gibson, que produziu, realizou e assinou em parceria o argumento, com Benedict Fitzgerald, será novamente o produtor e, possivelmente, realizador da sequência, que terá como argumentista Randall Wallace, autor de “Braveheart” (1995), igualmente realizado por Gibson, filme que venceu cinco Óscares.

O título do filme foi originalmente revelado em 2016 por Gibson, que revelou que a obra estaria pronta, possivelmente, três anos depois e que não seria uma «narrativa cronológica» da ressurreição de Cristo.

«O que é que aconteceu nesses três dias [entre a crucificação e a ressurreição]? Não tenho certezas mas vale a pena pensar nisso», declarou.

Jim Cavaziel, de 49 anos, é também um dos atores principais do filme “Paul, apostle of Christ”, de 2018, realizado por Andrew Hyatt, incarnando o papel de Lucas, um dos quatro evangelistas.

Participou em dezenas de filmes, como “G.I. Jane”, “Olhos de anjo” e “Outlander”, podendo ser acompanhado em Portugal na televisão por cabo como protagonista da série “Sob suspeita”, produzida ao longo de cinco temporadas, de 2011 a 2016.

Além de ator, participa sistematicamente em conferências, encontros e debates de índole teológica e religiosa, tendo-se pronunciado contra propostas de lei do Congressos dos EUA que se afastavam dos valores cristãos. A sua conversão é concomitante à interpretação de Jesus no filme de Gibson.



 

In Famiglia Cristiana
Trad. / edição: SNPC
Imagem: Jim Cavaziel em "A paixão de Cristo" | Mel Gibson | D.R.
Publicado em 08.03.2018

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos