Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Música: “Luz e ouro”

A obra que hoje proponho é de uma beleza especial, repleta de riqueza e de uma harmonia que o vão cativar deste o princípio. A composição tem alcançado grande êxito no YouTube, graças também à grande fama do seu autor. Mas à parte disto, podemos desfrutar de uma maravilha para os sentidos.

Nascido em 1970, nos EUA, Eric Whitacre é um fenómeno de massas que se destaca pelas composições para coro, mas também para orquestra e eletrónica, além de dedicar-se a proferir conferências um pouco por todo o mundo. A sua voz é muito original, sobretudo no país de origem, sendo muito interpretado.

Tocou em várias bandas quando era jovem, e aos poucos as suas obras foram tornando-se mais famosas, sendo gravadas pelas editoras discográficas mais prestigiosas. As suas composições são muito identificáveis e confortáveis para o ouvido.

Podemos dizer que a sua marca está nos acordes de sétimas e nonas ouvidas sobre um fundo de acordes sustentados em segundas e quartas. Os acordes fazem muitas vezes progressões inesperadas, com elementos aleatórios e outros, que Whitacre domina na perfeição.

Estas características encontram-se manifestadas na sua mais famosa composição, intitulada “Lux aurumque”. Fascinado pelo latim, Whitacre dedica esta obra ao Natal. Escutamos texturas que florescem, com uma música que aos poucos se vai fazendo mais radiosa, com esses pares de acordes sobre a palavra «lux».

Não escutamos cadências ocidentais, antes algo dissonante mas belo, com segundas maiores e um solo de soprano que alcança as alturas. As vozes assemelham-se às dos anjos banhados de ouro que evocam o Menino Deus recém-nascido. Nesse momento, o compositor usa uma modalidade maior, com uma mudança harmónica inesperada, mas que nos leva ao êxtase.

A interpretação é do Coro da Catedral de Westminster, dirigido por James O’Donnell.









 

Jose Gallardo Alberni
In Periodista Digital
Trad.: Rui Jorge Martins
Imagem: D.R.
Publicado em 11.10.2018

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos