Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Elogio da loucura

Imagem D.R.

Elogio da loucura

«O louco traz retratado no rosto tudo o que tem no coração. O sábio, em vez disso, usa duas linguagens: com uma diz a verdade, com a outra diz o que considera oportuno; ele sabe mudar o preto em branco e o branco em preto. Precisamente por isto considero que os reis e os príncipes, no meio do seu luxo, são muito infelizes, desde o momento em que não encontram ninguém que lhes diga a verdade, e portanto são obrigados a considerar amigos apenas os bobos da corte.»

Recebi mais uma - das múltiplas - edições dessa joia literária e filosófica que é o "Elogio da loucura", composta em 1509 pelo grande Erasmo de Roterdão. O difícil é decidir qual o trecho a citar porque todo o texto fascina pela sua força irónica, pela sua acuidade e pelas chicoteadas que lança contra todos os bem-pensantes e as suas hipocrisias.

A ligação é com aquela tradição espiritual que vê no "idiota" (pense-se no romance de Dostoievski) a incarnação da pureza de espírito, da verdade e do amor límpido. O pensamento corre depressa para uma frase paulina: «Deus escolheu o que no mundo é louco para confundir os sábios» (1 Coríntios 1, 27), até porque a própria cruz de Cristo é loucura.

Devemos, ao contrário, reconhecer que o caminho escolhido na vida diária de todos nós é muitas vezes o de uma sabedoria que é cálculo: pensamos uma coisa e dizemos outra, ora para não ter problemas, ora por bajulação, ora por conveniência.

Tem razão Erasmo quando diz que os poderosos são infelizes porque à sua volta só há elogiadores, prontos a velar toda a verdade que seja desagradável para o chefe. E, em vez disso, pelo menos uma pitada daquela loucura que é dizer a verdade, privilégio das crianças, deveremos introduzir nas nossas obras e nos nossos pensamentos.

 

P. (Card.) Gianfranco Ravasi
In "Avvenire"
Trad.: Rui Jorge Martins
Publicado em 20.09.2016

 

 
Imagem D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos