Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

"Desafios e sombras de uma 'cultura cristã'" abrem jornadas de teologia

"Desafios e sombras de uma 'cultura cristã'" abrem jornadas de teologia

Imagem Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores | D.R.

O bispo de Angra, D. João Lavrador, e o responsável pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, José Carlos Seabra Pereira, abrem hoje, nos Açores, as primeiras Jornadas de Teologia e Pastoral, dedicadas à relação entre "cristianismo e cultura".

A iniciativa organizada pelo Seminário Episcopal de Angra, que acolhe o encontro, é inaugurada às 19h30 com o painel "Desafios e sombras de uma 'cultura cristã'", com as intervenções do prelado, "Fé e Cultura: da rutura ao diálogo", e do diretor do SNPC, "Relatividade artístico-cultural e responsabilidade pastoral".

"Pensar um mundo em mudança" é o tema que engloba as intervenções de sexta-feira, com início à mesma hora: "O Capitalismo e a Doutrina Social da Igreja" (Nuno Miguel Ornelas Martins, Universidade Católica) e "Luz e sombras dos murmúrios da razão" (José Luis Brandão da Luz, professor da Universidade dos Açores).

As jornadas concluem-se no sábado, a partir das 10h00, com o painel "Relativismo cultural e moral", em que se inserem as conferências de Jorge Teixeira da Cunha, da Universidade Católica ("Ética Cristã e ordem jurídica civil na sociedade pluralista. A vida e a liberdade em conflito?") e José Júlio Mendes Rocha, do Seminário Episcopal de Angra ("Moral cristã e pós-verdade").

O objetivo do encontro «é não só produzir mas mostrar para fora o pensamento da Igreja açoriana e, sobretudo, o que se faz no Seminário”, explicou o reitor, P. Hélder Miranda Alexandre.



As conferências vão ser editadas numa revista que vai nascer no Seminário durante este ano letivo, com o propósito de divulgar a produção cientifica da comunidade académica do Seminário «dentro e fora do país».



«Por vezes há algum desconhecimento sobre a nossa produção cientifica e o que fazemos no Seminário e, desta forma, julgo que conseguiremos  clarificar isso mas também promover culturalmente o Seminário», acrescentou, em declarações à página Igreja Açores

O responsável pretende que as jornadas, abertas ao público, constituam «um momento de reflexão e de partilha de convicções e propostas concretas para alimentar o diálogo entre a Igreja e a sociedade, que é como quem diz a Igreja e a cultura».

As conferências vão ser editadas numa revista que vai nascer no Seminário durante este ano letivo, com o propósito de divulgar a produção cientifica da comunidade académica do Seminário «dentro e fora do país».

A publicação será anual, numa primeira fase, mas «se a produção cientifica o justificar», com «muitos contributos», inclusive de leigos, pode ser equacionada outra periodicidade, revelou o P. Hélder Alexandre.

D. João Lavrador é um dos vogais da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, em que o SNPC está integrado, e antes de ser nomeado bispo, em 2008, pelo papa emérito Bento XVI, assumiu a representação da diocese de Coimbra nos Encontros de Referentes da Pastoral da Cultura.



 

SNPC
Fonte: Igreja Açores
Publicado em 16.03.2017

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos