Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

"Culturas femininas" em foco na revista do Conselho Pontifício da Cultura

Imagem Capa (det.) | D.R..

"Culturas femininas" em foco na revista do Conselho Pontifício da Cultura

A mais recente edição da revista "Culturas e fé", publicada pelo Conselho Pontifício da Cultura, é dedicada à assembleia plenária deste organismo realizada de 4 a 7 de fevereiro, centrada no tema "Culturas femininas: Igualdade e diferença".

A nota de apresentação faz referência à troca de perspetivas que ocorreu no encontro, em resposta ao «convite do papa Francisco a discernir o modo de envolver os talentos específicos que as mulheres transportam para a cultura e para a Igreja».

Os textos refletem a assembleia plenária, com «muitos pontos de vista e vozes diferentes, heranças preciosas do passado, críticas sobre as posições do presente e expressões de esperança para o futuro».

«Não é a primeira vez que a Igreja se interroga sobre a presença e as expetativas das mulheres. Mas é a primeira vez que, durante quatro dias, uma assembleia eminente se coloca na perspetiva do olhar feminino sobre o mundo, colocando-se à escuta das vozes vivas de algumas testemunhas», começa por assinalar o editorial.

O texto sublinha que «em todas as latitudes», a «presença especial - muitas vezes esquecida e quase invisível - alimentou e enriqueceu continuamente a comunidade humana. As mulheres, no mundo de hoje, pedem para superar as condições de assimetria em relação ao mais poderoso mundo masculino».

As mulheres, continua o texto, «aspiram à igualdade, ao usufruto dos mesmos direitos dos homens e das mesmas oportunidades em todos os âmbitos da vida social. Querem ser tomadas a sério e gastar os seus talentos onde quer que sejam requeridos empenho, serviço e prestígio».

Os autores dos artigos «sublinham como o homem e a mulher são sujeitos interdependentes, sempre em-relação. Observam uma perdurante separação do feminino, que tende a confinar as mulheres num gueto, por vezes dourado como a beleza formal, às vezes obscuro como a prostituição».

As «muitas tarefas desempenhadas na Igreja, na sociedade e na família e levadas a cabo cada dia» tornam-se possíveis porque «as mulheres estão lá», aponta o editorial, acrescentando que «as vozes e as instâncias femininas são múltiplas e vão bem além das fronteiras do mais rumoroso individualismo ocidental».

«Na trama de todas as intervenções, podemos ler a pergunta sobre a diferença feminina. Em que consiste? Encontraremos numerosos elementos para responder, não só observando o presente e a multiplicidade dos papéis das mulheres, mas também olhando para o passado e para os seus tesouros», aponta o texto de abertura.

Para os editores, «a temática da diferença coloca uma pergunta tão profunda» que deve permanecer, dado que esse questionamento «abre a mais ampla interrogação sobre o masculino e o feminino, sobre o mundo do humano hoje e a sua potencial riqueza».

O discurso do papa Francisco aos participantes na assembleia plenária, "As culturas femininas em África", "Nunca mais escravos. Romper as cadeias das novas escravidões de 2000", "As mulheres, as culturas, as Igrejas", "O corpo feminino na arte entre representação e criação", a "beleza feminina", a "cirurgia estética", e o desporto enquanto modelo são os títulos e temas de alguns dos artigos.

Redigidos em inglês, espanhol, italiano e francês, os textos abordam igualmente questões como a "Colaboração do homem e da mulher", "Mulher, religião e cultura" e "Polaridade do masculino e do feminino", este assinado por Anne-Marie Pelletier , primeira mulher a ser distinguida com o Prémio Ratzinger de Teologia.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 02.11.2015

 

 

 
Imagem Capa (det.) | D.R.
«Na trama de todas as intervenções, podemos ler a pergunta sobre a diferença feminina. Em que consiste? Encontraremos numerosos elementos para responder, não só observando o presente e a multiplicidade dos papéis das mulheres, mas também olhando para o passado e para os seus tesouros»
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos