Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Teste: Conhece bem a Bíblia? Guerras e conquistas

Imagem Vitória de Josué sobre os amalequitas (det.) | Nicolas Poussin | Museu Hermitage, S. Petersburgo, Rússia

Teste: Conhece bem a Bíblia? Guerras e conquistas

Nos livros mais antigos do Antigo Testamento, os conflitos armados eram por vezes encarados como guerra santa, enquanto combates iniciados e conduzidos por Deus, e todas as suas dimensões tinham significado religioso.

Mais tarde na história de Israel, os profetas começaram a refletir sobre a guerra como julgamento divino contra o povo pelos seus pecados, e então a glória associada aos conflitos desvaneceu-se. Isaías, por exemplo, vai apontar para um tempo em que a paz será finalmente consolidada e não mais se ouvirá falar de armas e de mortes.

No Novo Testamento, Jesus sublinhou definitivamente a importância da paz, a começar pelos atos pessoais: amar o próximo como a si mesmo, o perdão, a misericórdia.

Os dramas pessoais e coletivos, as deslocações geográficas, as transformações culturais e religiosas, a evolução na espiritualidade e no conhecimento de Deus constituem algumas das implicações inerentes às guerras do Antigo Testamento que a narrativa bíblica transmite em vários dos seus passos.

Se esta é a primeira vez que responde, sugerimos que o faça sem recorrer a "auxiliares de memória", como a própria Bíblia ou a internet, para que tome consciência dos seus conhecimentos.

Em caso de erro o questionário não indica a opção correta, convidando-a (o) a descobrir por si própria (o) a alternativa acertada.

A partir deste teste, a indicação dos livros bíblicos faz-se através das suas abreviaturas, segundo a edição da Bíblia Sagrada publicada pelos Franciscanos Capuchinhos.

Nos "Artigos relacionados" pode (re)encontrar outros testes sobre a Bíblia.

 

1. Que potência do Próximo Oriente se expande cada vez mais no séc. IX a.C.?
Egípcios
Babilónios
Assírios

 

2. Que rei assírio conseguiu tomar a Samaria após um cerco de três anos?
Salmanasar V
Sargão II
Tiglate-Pileser III

 

3. O reino de Israel cai às mãos dos assírios em que ano?
930 a.C.
587 a.C.
722 a.C.

 

4. A potência assíria foi batida em 610 a.C. por que outra potência?
Persa
Babilónica
Helenística

 

5. Em que ano Jerusalém cai definitivamente às mãos dos babilónicos?
721 a.C.
598 a.C.
587 a.C.

 

6. Que monarca reina na Babilónia aquando da queda de Jerusalém?
Nabucodonosor
Nabonido
Nabopolasar

 

7. Quantos anos durará o exílio na Babilónia?
70
50
35

 

8. Que povo se tornará a potência dominante do Próximo Oriente após a queda da Babilónia?
Gregos
Romanos
Persas

 

9. Guerra religiosa durante a qual se confrontam gregos e judeus piedosos da Palestina a partir de 167 a.C.
Guerra de Salamina
Guerra siro-efraimita
Guerra macabeia

 

10. Que rei abriu as hostilidades com os judeus em 167 a.C.?
Alexandre o Grande
Alexandre Soter II
Antíoco Epifânio IV

 

Clique aqui para recomeçar.

 

A partir de: Interbible
Publicado em 26.08.2016

 

 

 
Imagem Vitória de Josué sobre os amalequitas (det.) | Nicolas Poussin | Museu Hermitage, S. Petersburgo, Rússia
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos