Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Concerto de Páscoa

Imagem D.R.

Concerto de Páscoa

«A cantata "Erfreut euch, ihr Herzen" foi estreada no Domingo de Páscoa de 1724, em Leipzig. Conforme à celebração da ressurreição de Cristo, a disposição exaltante do coro inicial mantém-se na alternância de árias e recitativos que lhe segue. Curiosamente, resulta da adaptação de uma cantata profana escrita em 1818 para festejar o aniversário do Príncipe Leopoldo, em Cöthen.

Já a cantata "Weinen, Klagen, Sorgen, Zagen", sendo igualmente escrita para o Tempo Pascal, mas para o III Domingo, é bastante anterior. Data de 1714, ainda do período em que Bach trabalhou em Weimar. Nela se destaca o segundo andamento, que veio a ser recuperado como Crucifixus da monumental Missa em Si Menor.

Pelo meio, ouve-se uma sinfonia concertante de Jan Dismas Zelenka, compositor checo bastante menos conhecido do que Bach, mas também um ilustre representante do auge do período barroco.

A Orquestra Metropolitana de Lisboa comemora, em 2017, 25 anos de vida. Os seus músicos asseguram uma intensa actividade na qual a qualidade e a versatilidade têm presença constante, permitindo abordar géneros diversos, proporcionando a criação de novos públicos e a afirmação do carácter inovador do projeto Metropolitana, de que esta orquestra é a face mais visível.

O coro Voces Caelestes estreou-se, com grande êxito, em 1997, na produção da ópera Platée, de Rameau, que assinalou a reinauguração do Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa. Dirigido desde o início por Sérgio Fontão, o grupo, que se tem distinguido pela grande qualidade das suas prestações, tem sido chamado a colaborar com alguns dos mais reputados maestros, solistas e agrupamentos instrumentais nacionais e internacionais» (Coro Voces Caelestes).


Obras: Cantata "Weinen, Klagen, Sorgen, Zagen, BWV 12", Cantata "Erfreut euch, ihr Herzen, BWV 66" (Johann Sebastian Bach), "Sinfonia Concertante a 8, ZWV 189" (Jan Dismas Zelenka)
Interpretação: Orquestra Metropolitana de Lisboa, coro Voces Caelestes; solistas Joana Nascimento, Marco Alves dos Santos, André Baleiro; Sérgio Fontão, dir.


Data: 31.3.2017
Hora: 22h00
Local: Montijo, Cinema-Teatro Joaquim d'Almeida
Observações: O programa deste concerto repete-se a 1.4.2017, no Museu de Arte Antiga, em Lisboa, às 21h00

 

Publicado em 15.03.2017

 

 
Imagem D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos