Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Ciclo de cinema ao ar livre exibe filmes que «fazem pensar no sentido da vida»

Imagem "Stop the pounding heart" | D.R.

Ciclo de cinema ao ar livre exibe filmes que «fazem pensar no sentido da vida»

O Auditório Vita, estrutura inserido na arquidiocese de Braga, acolhe esta sexta-feira uma nova edição do Ciclo de Cinema “CineVita, a magia do cinema ao livre”, com um filme que não passou no circuito comercial em Portugal.

«Família, educação e solidariedade são alguns dos temas sobre os quais versam as películas escolhidas para projeção. "Filmes que nos fazem pensar no sentido da vida"», refere a página da iniciativa no Facebook.

A obra que pela segunda vez será exibida ao público em Portugal, depois de em 2013 ter feito parte da secção de Competição do Lisbon & Estoril Festival Film, é “Stop the pounding heart”, do realizador e encenador italo-americano Roberto Minervini, nascido em 1970.

A película, rodada a partir de uma perspetiva parcialmente documentarista, conclui a trilogia sobre o Texas iniciada com “The passage” (2011) e continuada com “Low tide” (2012).

“Stop the pounding heart”, o último dos filmes a ser apresentado no ciclo, centra-se na América das periferias ao contar a história de Sara, rapariga educada segundo os preceitos da Bíblia por uma família de criadores de animais.

Educada a submeter-se aos homens da família, com a obrigação de permanecer pura até ao dia do seu casamento, Sara torna-se uma jovem inquieta desde o momento em que conhece um jovem domador de touros, que coloca em crise os princípios que orientaram a sua vida até então.

O filme de 98 minutos perscruta os temas da família, dos valores morais, da adolescência e da religião segundo a visão de uma das milhares de comunidades rurais que compõem o sul dos EUA.

“Mamã”, de Xavier Dolan, filme para maiores de 16 anos, é a obra que inaugura o CineVita, às 21h30, com entrada gratuita, à semelhança de todas as outras películas em cartaz, exibidas sempre à sexta-feira.

O programa prossegue no dia 15, com “Minha mãe”, de Nanni Moretti, continua a 22 de julho com “Leviatã”, realizado por Andrey Zvyagintsev, e termina a 29 com “Stop the pounding heart”.

 




 




 




 

 

Rui Jorge Martins
Com "cinematografo.it"
Publicado em 7.7.2016

 

 

 
Imagem "Stop the pounding heart" | D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos