Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Catedral adquire escultura para assinalar armistício da I Guerra Mundial

«Esta noite, em frente desta escultura, depomos um gesto que permanecerá presente nas gerações futuras. Em primeiro lugar esta obra lê-se como um diálogo doloroso, perturbador: quem és tu que me olhas e que eu olho, estarás cheio de violência em relação a mim? Vais agredir-me, odiar, destruir? Não sabes que estás prestes a fazer mal a ti mesmo, que te degradas, que te desconsideras? Este grito é aquele que, talvez, não pare a violência, mas que a previne na própria pessoa que a impele.»

Foi com estas palavras que o arcebispo de Lille acolheu a escultura em bronze “A Paz esteja contigo!”, de Nicolas Alquin, adquirida pela arquidiocese francesa para a sua catedral com o propósito de saudar o armistício da I Guerra Mundial (1914-18), de que se assinala este ano o centenário.

«Esculpi uma mulher que traz um busto de mulher cujo rosto ferido se assemelha ao dela, que nos diz: eu vejo o outro como um outro eu. Ao trazer este busto, ela diz-nos: eu levo ao outro toda a minha atenção. Ao levantar este busto ferido, ela diz-nos: Eu levanto o outro que estava por terra», explicou o artista.

Para assinalar o centenário do armistício, a arquidiocese pretendeu «deixar uma obra forte e duradoura, marcante da cultura da paz», frisou o prelado, D. Laurent Ulrich. A aquisição da obra concluída em 2004 foi precedida pela constituição do Conselho 14-18, composto por historiadores, padres, representantes da Comissão Diocesana de Arte Sacra e do movimento Paz Christi International, que sob a direção do arcebispo planeou ações e acontecimentos para celebrar o aniversário.



«Passantes tão numerosos que entrais nesta catedral, recordai-vos que sois acolhidos aqui por esta palavra de boas-vindas que vos é dirigida pelos crentes que habitam este lugar a cada dia da semana. Eles dizem-vos: a paz esteja contigo!»



«Há, evidentemente, uma segunda leitura, que diz: a paz esteja contigo! É a palavra do Evangelho. Ela é naturalmente bem-vinda nesta catedral, e é ela que nos acolhe agora aqui», observou o prelado. É uma escultura que diz: «Quem quer que sejas, és uma pessoa que merece o respeito, podes receber como primeira boa notícia esta certeza de que és bela aos olhos dos outros e aos olhos daquele em quem o crente depositou a sua confiança. Tu és essa pessoa que merece a paz».

«Passantes tão numerosos que entrais nesta catedral, recordai-vos que sois acolhidos aqui por esta palavra de boas-vindas que vos é dirigida pelos crentes que habitam este lugar a cada dia da semana. Eles dizem-vos: a paz esteja contigo! Recordai-vos que estes crentes cristãos vos convidam a conhecer melhor, se assim o desejardes, Cristo ressuscitado que está no estandarte solene do coro, esse Cristo que é para nós Príncipe da Paz. Recordai-vos de que esta igreja é dedicada à sua Mãe, a Virgem Maria, Nossa Senhora de Treille para os habitantes de Lille, a Rainha da Paz», afirmou o arcebispo.

A sessão de instalação da escultura contou com a participação de representantes de Igrejas cristãs, anglicana e protestante, bem como da comunidade judaica.

«As Igrejas cristãs sabem-se próximas de numerosas instituições públicas e de muitas associações, organizações não governamentais e agrupamentos diversos que têm como objetivo a paz justa, a paz fecunda para os povos, a paz que tem em conta a diversidade das culturas, a desigualdade das situações, o surgimento de problemas novos do nosso tempo: as novas tecnologias e o acesso às riquezas naturais ou produzidas pela indústria; a questão da disponibilidade da água e dos problemas do clima; a corrida aos armamentos; as formas galopantes de urbanização e os múltiplos motivos das migrações, bem como outras questões. Por fim gostaríamos de encontrar irmãos e irmãs de outras religiões, em particular aqui do Islão e do budismo», apontou D. Laurent Ulrich.


 

Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos