Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Cardeal-patriarca apresenta livro sobre predecessor Cerejeira

O cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, apresenta a 8 de março o livro “Cardeal Cerejeira - Um Patriarca de Lisboa no século XX português”, da autoria de Luís Salgado de Matos.

D. Manuel Gonçalves Cerejeira nasceu em Lousado em 1888. Recebeu a ordenação sacerdotal aos 21 anos, em 1911, ao serviço da arquidiocese de Braga, de que viria a ser bispo auxiliar.  

Foi o 14.º cardeal-patriarca de Lisboa a partir de 18 de novembro de 1929, missão que desempenhou até 1971.

A 16 de dezembro de 1929 foi criado cardeal pelo papa Pio XI, tendo sido o mais novo dos purpurados a receber o barrete cardinalício (aos 41 anos), num grupo em que se incluía Eugenio Pacelli, mais tarde Pio XII.

Contribuiu para que o Governo português assinasse uma Concordata com a Santa Sé, em 1940, e empenhou-se na criação da Universidade Católica Portuguesa. Deu lugar ao cardeal António Ribeiro em 1971. Morreu a 2 de agosto de 1977, aos 88 anos. 

A obra, publicada pela Gradiva, «é ao mesmo tempo um ensaio biográfico e uma introdução ao século XX português», sem o qual não se compreende o presente e entra-se «no futuro às arrecuas», escreve o autor no seu blogue, “Estado e Igreja”.

O volume inclui «largas dezenas de fotografias da época, muitas delas originais e quase todas imprevistas, acompanhadas de legendas esclarecedoras e também facilmente legíveis».

Na sessão, marcada para as 18h30 no auditório da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, intervêm igualmente o autor e o fundador da Gradiva, Guilherme Valente.



 

SNPC
Fonte: Estado e Igreja
Imagem: D.R.
Publicado em 20.02.2018

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos