Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Bispo incentiva dioceses a iniciar ou retomar Pastoral da Cultura

Imagem © tapichar/Fotolia

Bispo incentiva dioceses a iniciar ou retomar Pastoral da Cultura

O presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, D. Pio Alves, anunciou o propósito de «incentivar» os bispos da Igreja em Portugal a iniciar ou retomar departamentos da Pastoral da Cultura nas suas dioceses.

A janela de oportunidade para essa sensibilização termina amanhã, em Fátima, por ocasião da assembleia plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, que começou na segunda-feira.

A promessa foi feita perante os participantes no 8.º Encontro de Referentes da Pastoral da Cultura, realizado a 31 de outubro, em Fátima, cujos resultados foram igualmente transmitidos por D. Pio Alves, com «especial acento», à assembleia episcopal.

O prelado assumiu o compromisso de, neste encontro dos bispos, apelar «a que se constitua, com a dimensão possível, mas atendendo à leveza, uma representatividade consistente a nível diocesano que possa dinamizar a Pastoral da Cultura».

A reunião de Referentes contou com a participação de D. Pio Alves, do diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC), José Carlos Seabra Pereira, e de responsáveis das dioceses de Aveiro, Coimbra, Leiria-Fátima, Porto e Viana.

«Esta realidade [número de participantes] espelha o que é a Igreja em Portugal; temos de ser realistas, mas não podemos desistir de fazer mais e melhor», frisou o bispo auxiliar do Porto.

Em declarações proferidas após o encontro, D. Pio Alves explicou que a reunião de Referentes «foi um encontro informal, mas muito produtivo», em que se começou por proceder ao «balanço das atividades desenvolvidas», seguindo-se a «perspetivação, com renovado interesse, da atenção à cultura nas dioceses».

«Este encontro serve para esbater algum desânimo que eventualmente possa acontecer, bem como para todos, mais uma vez, nos darmos conta de quão importante é a atenção às temáticas que se prendem com a cultura e a sua importância no contexto da evangelização global no nosso país», sublinhou D. Pio Alves.

Para José Carlos Seabra Pereira, a iniciativa constituiu um «reencontro» e um «relançamento» que visou conhecer melhor as pessoas, referentes e outros agentes, ligados à Pastoral da Cultura.

Traçar um quadro da «relação entre, por um lado, as expectativas e horizontes ideais de realização, e, por outro, as capacidades e recursos disponíveis» foi também um dos objetivos do encontro.

«A partir de um diálogo muito aberto, de auscultação de situações, potencialidades, dificuldades e anseios», a reunião serviu igualmente para «conferir ideias e articular projetos, de modo que as dioceses se sintam confortadas na sua autonomia, mas também acompanhadas nos seus esforços».

«Há entre nós a vontade de que ninguém se sinta isolado, esquecido, ignorado ou subestimado, mas que todos nos sintamos embarcados no mesmo projeto e acalentados uns aos outros nesse esforço de evangelização através da Pastoral da Cultura», vincou Seabra Pereira.

O responsável salientou a importância de os referentes diocesanos estarem conscientes de que o SNPC «está disposto, além de ser uma presença inspiradora, a prestar outros serviços no plano da articulação, mais do que da orientação, e do acompanhamento e partilha de iniciativas promovidas por mais de uma entidade».

Após uma interrupção de quatro anos, o Encontro de Referentes voltou a «reavivar a convicção de que a relação da cultura com a fé não só é uma área fundamental, mas também do facto de a Pastoral da Cultura estar na linha da frente da evangelização, ou da reevangelização, de largas regiões do país e do mundo», afirmou Seabra Pereira.

 

Rui Jorge Martins
Publicado em 11.11.2015

 

 
Imagem © tapichar/Fotolia
«Há entre nós a vontade de que ninguém se sinta isolado, esquecido, ignorado ou subestimado, mas que todos nos sintamos embarcados no mesmo projeto e acalentados uns aos outros nesse esforço de evangelização através da Pastoral da Cultura»
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos