Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Bispo do Porto encerrou colóquio "Vozes e universos poéticos femininos"

Bispo do Porto encerrou colóquio "Vozes e universos poéticos femininos"

Imagem "Danaë" (det.) | Gustav Klimt | 1907

A Universidade Católica, no Porto, organizou de 2 a 5 de julho o colóquio no âmbito da poesia e transcendência intitulado "Nascidas do sangue das palavras - Vozes e universos poéticos femininos", iniciativa que foi encerrada pelo bispo diocesano.

No primeiro dia foram apresentadas as comunicações "O drama da beleza na poesia de Sophia" (Luís Adriano Carlos) e "Fulgorização da escrita e tessitura musical em 'Lisboaleipzig' de Maria Gabriela Llansol" (Ana Paixão).

Seguiu-se a apresentação dos livros "Razão poética", de Carlos Alberto Braga e "Arte e fuga", de María Negroni, as duas primeiras de seis obras lançadas no colóquio pela Cosmorama Edições.

O programa, com entrada livre, prosseguiu na segunda-feira com a conferência "Aquela espécie de mulheres que estão sempre na margem daquilo a que pertencem: o caso de Judith Teixeira", por José Rui Teixeira, diretor da Cátedra de Sophia, departamento da Católica responsável pela organização.



Imagem Painel do colóquio "Nascidas do sangue das palavras - Vozes e universos poéticos femininos"

"Louvo-Te junto das pedras que são beleza no parapeito do meu quarto: Deus na escrita íntima de Maria Cecília Correia" (Eleonor Castilho) e "Um veículo para viajar para além do corpo: a poesia de Natércia Freire" (Pedro Sena-Lino) foram os temas em diálogo no primeiro painel,.

A segunda mesa convocou as reflexões "Penélope también navega. Reescritura de relatos heredados y desmontaje de estereotipos en la poesía gallega escrita por mujeres" (Miriam Reyes) e "Pensamiento ocultista y experiencia mística en la obra de Marosa di Giorgio" (Daniela Camacho).

A agenda do dia concluiu-se com a exibição do filme "Corpo celeste", de Alice Rohrwacher.

Na terça-feira o primeiro painel juntou "A herança clássica na poesia de Sophia de Mello Breyner" (Martinho Soares) e "Cristina Campo: a poesia como aventura espiritual" (José Tolentino Mendonça).



Imagem Direção da Cátedra (José Pedro Angélico, Henrique Manuel Pereira, José Rui Teixeira), José Tolentino Mendonça

"Elipses em Sylvia Plath" (Hélder Moreira) e "Da fidelidade aos «significados básicos»: a mulher em Satanás diz de Sharon Olds" (José Pedro Angélico) foram os temas em dueto propostos para o quarto painel.

Após os debates foram apresentados dois livros de Fernando de Castro Branco, "Carta a mim mesmo" (por Luís Adriano Carlos) e "Desde Portugal" (por José Rui Teixeira), antecipando nova ronda de lançamentos literários, à noite, "Experiência Butoh", de Daniela Camacho (por Jorge Melícias) e "Espelho negro", de Miriam Reyes (por Fernando de Castro Branco).

Na quarta-feira a primeira mesa refletiu sobre "Alda Lara: um coração maior do que a vida" (Henrique Manuel Pereira), "Fiama: a íntima plenitude da linguagem" (Fernando de Castro Branco) e "Conheço toda a terra só de amar: sobre a eternidade na poesia de Luiza Neto Jorge" (Jorge Teixeira).

A conferência "La posesión de la orfandad" (María Negroni) antecipou a intervenção de encerramento, pelo bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos.



Imagem Jorge Melícias, Miriam Reyes (Espanha), José Tolentino Mendonça, María Negroni (Argentina), Daniela Camacho (México), José Rui Teixeira

Imagem José Rui Teixeira, Luís Branco (secretário do colóquio), D. António Francisco dos Santos, Henrique Manuel Pereira, José Pedro Angélico

Imagem José Tolentino Mendonça, María Negroni





 

SNPC
Publicado em 03.07.2017 | Atualizado em 12.07.2017

 

 

 
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Mais Cultura
Vídeos