Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Átrio dos Gentios debate "A praça e o templo": Quando os fiéis do templo pedem que a sua voz ressoe na praça

Imagem D.R.

Átrio dos Gentios debate "A praça e o templo": Quando os fiéis do templo pedem que a sua voz ressoe na praça

"A praça e o tempo" é o título do encontro organizado pelo Átrio dos Gentios, plataforma da Igreja católica para o diálogo entre crentes e não crentes, que decorre esta sexta-feira no Centro de Estudos Americanos, em Roma.

A sessão coordenada pelo Pontifício Conselho da Cultura, "ministério da cultura" do Vaticano, que coordena o Átrio dos Gentios, conta com a participação do filósofo canadiano Charles Taylor, autor da obra "A secular age", publicada em Portugal com o título "A era secular" pelo Instituto Piaget, que alguns autores definem como uma das mais importantes das últimas décadas.

A iniciativa presidida pelo presidente da Fundação Átrio dos Gentios, Giuliano Amato, duas vezes primeiro-ministro de Itália, prevê a intervenção de outros especialistas no tema da secularização, como José Casanova, professor de Sociologia da Religião na universidade norte-americana de Georgetown.

O elenco de conferencistas inclui Alessandro Ferrara, docente de Filosofia Política na universidade de Tor Vergata (Roma), Giacomo Marramao, professor de Filosofia Teorética na Universidade de Roma III, e François Bousquet, historiador e antropólogo das religiões.

«A praça está cada vez mais ocupada pelos mercadores e por aqueles que pedem justiça para as suas vítimas. Os fiéis do templo também pedem que a sua voz ressoe na praça, que, numa sociedade livre, é património de todos», sublinha o texto de apresentação do encontro.

No contexto da convicção do «ocaso de uma ideia de seculariação que previa que os tempos se esvaziariam progressivamente», os intervenientes debaterão as modalidades de «convivência» das vozes da "praça", bem como «os limites» que se colocam ao direito de manifestação da opinião e as relações que se tecem com o poder.

O encontro pode ser seguido em tempo real nas redes sociais, através das atualizações no Facebook e Twitter (com a referência #laPiazzaeilTempio), bem como através de vídeo em direto na página do Átrio dos Gentios.

 

News.va
Edição: Rui Jorge Martins
Publicado em 03.03.2015

 

 

 
Imagem D.R.
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos