Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura - Logótipo
secretariado nacional da
pastoral da cultura

Aparições de Fátima inspiraram compositores contemporâneos para «peregrinação interior»

Imagem Tropário para uma pastora de ovelhas mansas | Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima | 3.4.2016 | © Santuário de Fátima

Aparições de Fátima inspiraram compositores contemporâneos para «peregrinação interior»

«Uma peregrinação interior»: é nestes termos que o coordenador do projeto de composição "Tropário para uma pastora de ovelhas mansas", Alfredo Teixeira, define as seis obras musicais estreadas no início de abril no Santuário de Fátima.

João Madureira (“Memória”, para coro-acordeão), Alfredo Teixeira ("O anjo”, para coro-piano), Sérgio Azevedo (“A Senhora”, para coro-acordeão), Nuno Côrte-Real (“Francisco”, para coro-piano), Rui Paulo Teixeira (“Jacinta”, para coro-acordeão) e Carlos Marecos ("Adeus", para coro-acordeão e piano) foram os autores dos seis tropos.

O projeto, que iniciou o ciclo Ouvir Fátima, propôs uma leitura musical dos aspetos centrais da Mensagem de Fátima e das figuras evocadas em fragmentos das memórias da Irmã Lúcia, uma das videntes das aparições da Virgem Maria, entre maio e outubro de 1917.

«Estas "Memórias", não sendo meros relatos de recordações ou crónicas historiográficas, têm origem numa profunda experiência espiritual. Por isso, não transmitem simplesmente o pensamento e o testemunho de vida da autora, mas são também mediadoras de apelos contidos nos acontecimentos fundantes de Fátima», declarou o coordenador da Comissão Organizadora do Centenário das Aparições.

Para o P. Vítor Coutinho, citado pela página do Santuário, o conjunto das obras constituem «uma oportunidade privilegiada para revisitar os lugares mais significativos de Fátima, da sua história e do seu presente».

«Celebrações como esta são ocasião para recuperar o passado com memória grata do que marca a nossa identidade, para configurar o presente com a vivência reatualizada da herança recebida e a olhar o futuro como possibilidade de dar novas expressões ao espírito fundamental do que nos move nesta celebração», acrescentou.

A interpretação das obras foi confiada ao coro Officium Ensemble, acompanhado por dois instrumentos, acordeão (Octávio Martins) e piano (João Lucena e Vale), sob a direção artística de Pedro Teixeira.

Segundo Alfredo Teixeira, a pedra angular da expressão musical foi a «linguagem mística e bucólica de uma pastora vidente, que descobre no que a rodeia uma transparência sobrenatural».

 




 

Rui Jorge Martins
Vídeo: Santuário de Fátima
Publicado em 21.04.2016

 

 
Imagem Tropário para uma pastora de ovelhas mansas | Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima | 3.4.2016 | © Santuário de Fátima
Estas "Memórias", não sendo meros relatos de recordações ou crónicas historiográficas, têm origem numa profunda experiência espiritual. Por isso são também mediadoras de apelos contidos nos acontecimentos fundantes de Fátima
Relacionados
Destaque
Pastoral da Cultura
Vemos, ouvimos e lemos
Perspetivas
Papa Francisco
Teologia e beleza
Impressão digital
Pedras angulares
Paisagens
Umbrais
Evangelho
Vídeos